A Estrela - Tito

A Estrela - Tito

        Por Francisco Mellão Laraya - Tito

                   -- Pai, gosto daquela estrela lá no céu, pega para mim?

                   -- Ah! Hoje o pai está cansado, amanhã eu pego...

                   -- Você não quer me trazer a estrela?

                   -- Vai para o seu quarto dormir, menino!               

                   E o menino foi para o seu quarto de castigo, e abriu a janela, ajoelhou e pediu de novo para o pai, só que agora era o pai do céu, na linguagem dele. E este lhe contou uma estória:

                   Filhinho, muitas vezes a gente procura uma estrela, sem saber bem o porquê a quer, nós a queremos só por querer, sem saber o que é, e o que representa. As coisas só devem vir na mão da gente quando nós sabemos o que é o que queremos e o que vamos fazer com aquilo. Agora eu te pergunto: o porquê queria uma estrela?

                   -- Sabe pai eu acho bonito!

                   Para que serve?

                   -- Não sei!

                   Bom está fácil! Uma estrela quer dizer um milhão de coisas, é tanta que é um tudo, é um mundo, e, no entanto é tão pequenina em você?

                   Queira sempre uma estrela, lute pelo que você acredita que pode ter a beleza de uma noite de inverno na tua alma! Não pense que você fez feio, eu te entendi, guarde a beleza deste pedido, deste sonho, só com você, e um dia conte para alguém!

 

                   -- Amém!

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor