A Estrelinha- por Antonio Eustáquio Marciano

A Estrelinha- por Antonio Eustáquio Marciano

À ESTRELINHA

 

É de madrugada,

noite enluarada,

já é quase aurora.

Esta solidão

Faz meu coração

Pulsar toda hora

 

Abro uma janela,

Vejo uma estrela,

Fico a contemplá-la.

Todo o céu me vê

Chamando você,

Penso em ir buscá-la.

 

Peço à estrelinha:

Vá bem caladinha

Lá na casa dela.

E fale baixinho,

Que aqui sozinho,

Eu choro por ela

 

 

 

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor