A importância do contato do aluno com o escritor - por Christina Hernandes

A importância do contato do aluno com o escritor - por Christina Hernandes

A importância do contato do aluno com o escritor

 

Daria para enumerar muitos momentos importantes deste contato aluno e escritor como o encantamento, a surpresa, a curiosidade, a identificação, a troca de saberes, a perplexidade. Escolhi a possibilidade de se falar através dos sonhos... Não dos sonhos quando dormimos, mas poder abrir a porta dos sonhos sonhados, quando estamos acordados em devaneio com nosso interior, onde tudo é possível e tudo se resolve num passe de mágica.

Neste processo, o escritor para o aluno é uma celebridade, alguém que tudo pode e inventa as historias, por ser alguém muito além dele, ingenuidade da infância e muitas vezes da adolescência. Escrever não é um privilégio do escritor.

Todos os alunos escrevem, criam, inventam, são surpreendentes, encontramos verdadeiros escritores mirins, que usam o devaneio inerente a todo ser humano, na sua criação dos textos durante o processo escolar, sem a preocupação de adequar para o mercado utilizando com harmonia a técnica ensinada por seu professor de literatura e gramática portuguesa.

O escritor no contato com o aluno deve apoiar esta liberdade na criação dos textos propiciada em sala de aula e incentivar que permaneça durante sua formação escolar, aprimorando sua escrita, identificando seus erros e acertos e quem sabe se apaixonar pelas palavras e se tornar um escritor.

Mostrar para o aluno que tanto ele como o escritor deixam brotar a historia capturando fragmentos, daqui e dali, transformando o que parecia ser algo quase insignificante em texto ou obra literária. Para o escritor que está ali como exemplo e muitas vezes identificação, a responsabilidade é grande, sua obra será agente de construção de opiniões. Não estou falando do politicamente correto, estou falando de dar elementos através das palavras para o aprendizado da critica, da coragem de expor aquele texto tão escondido e deixá-lo público.

Pelo encantamento que o escritor desencadeia no aluno muitas vezes  falta alguém que lhe diga “ Se autorize”... Crie suas historias, fruto das suas fantasias, encontre a chave que irá abrir o seu imaginário trazendo a criança já escondida em seu interior, este é o  papel do escritor.

Penso que o escritor não irá ensinar o caminho, irá provocar a busca pelo pertencimento, motivando o aluno na sua caminhada, muitas vezes solitária, e o aluno nos dará a oportunidade de nos despirmos dos rótulos e reconhecer nossa simplicidade.

 

Fonte: revista Literatura&Cia

http://issuu.com/revistaliteraturacia/docs/revista_fim_5_edi__ao/12

 

 

 

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor