A mensagem esquecida - por Delanie Velázquez

A mensagem esquecida - por Delanie Velázquez

A mensagem esquecida

 

É Natal!

Tempo de luzes, cores, músicas, presentes, abraços e sorrisos.

Uma multidão de atraentes objetos enfeitam as casas nessa época: árvores, sinos, botas, meias, anjos, presépios, bolas e uma infinidade de bonecos, com destaque para os de papai Noel. Também é tempo das famosas caixinhas e de uma onda de solidariedade que invade as ruas, arrastando todo mundo.

A época de Natal traz consigo muitas novidades, sobretudo nas áreas de comércio e diversão. Inúmeros shows, novos personagens e uma mistura de ritmos marcam presença nos festejos natalinos a cada ano. A última novidade, que tomei conhecimento, chegou até mim através de uma reportagem da TV, mostrando as comemorações do Natal, já em clima de Carnaval, em um dos pontos tradicionais da cidade.

E, como em toda festa, não pode faltar as famosas comidas típicas e muita, muita bebida!

Penso que todas essas coisas nada mais são do que distratores que, se não forem devidamente controlados, desviam a atenção do que é importante e levam as pessoas a manter o foco naquilo que é superficial e transitório, estimulam o consumismo e o desperdício, e sobrecarregam o corpo e a mente, deixando uma sensação de vazio, que nem sempre é percebida, mas que, nem por isso, torna-se menos incômoda e destrutiva.

“As pessoas esqueceram o verdadeiro sentido do Natal. Comemoram o nascimento de Jesus, mas deixam de lado o aniversariante. Não relembram que Jesus veio aqui nos ensinar o amor, a paz e nos mostrar o caminho que conduz à luz e à felicidade”, é o que sempre escuto alguém dizer. Mas, será que foi por este motivo que Jesus veio ao mundo, como um bebê?

Há uma mensagem, proclamada por ocasião do primeiro Natal, que foi esquecida e ofuscada pelo fascinante brilho das luzes, cores, festejos e espetáculos, pela alucinante correria das compras e dos preparativos para as festas, pela pertinaz autossuficiência humana.

Embora simples, as palavras dos anjos aos pastores são cheias de significado e revelam o objetivo do Natal:

“Hoje, na cidade de Davi, nasceu o Salvador de vocês, que é Cristo, o Senhor.” Evangelho de Lucas 2:11.

Anos mais tarde, o próprio Jesus declarou:

“Eu afirmo a vocês que isto é verdade: quem peca é escravo do pecado. Se o Filho vos libertar, vocês serão, de fato, livres.” Evangelho de João 8:34 e 36.

Feliz Natal!

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor