Aceite seus limites sem jamais desacreditar na sua capacidade de superação - por Isi Golfetto

Aceite seus limites sem jamais desacreditar na sua capacidade de superação - por Isi Golfetto
Aceite seus limites sem jamais desacreditar na sua capacidade de superação.
 
É possível superar limites tendo a humildade de reconhecer as próprias limitações.
“Dai-me Senhor a perseverança das ondas do mar, que fazem de cada recuo um ponto de partida para um novo avanço.” G Mistral
“Perseverança não é somente acreditar na própria rede. Perseverança é não deixar de acreditar na capacidade de renovação das águas. Hoje o dia pode não ter sido bom, mas amanhã será outro mar. E eu estarei lá, na beira da praia de novo." Ana Jàcomo 
E no caminho havia um buraco! Por Isi Golfetto 
As limitações, sem dúvida, frustram e arrastam tantas pessoas para o fracasso ou para uma vida infeliz. E não é apenas isso, as limitações cegam e não permitem enxergar os obstáculos que estão a frente. Quantas vezes, por causa das limitações, pessoas são impedidas de encontrar a solução para seus problemas e desistem de acreditar em si mesmas.
Certa vez li um texto que, à primeira vista, me pareceu curioso, depois relendo-o compreendi a sua profundidade, literalmente.
O texto aborda como a nossa limitação pode ser revertida quando acreditamos que temos a capacidade para enfrentar uma situação e não colocar a responsabilidade do fato em outra pessoa.
 
O buraco
por Mauber Giorgetta
 
Primeiro dia
Caminho pela rua.
Há um buraco fundo na calçada.
Eu caio nele.
Fico perdido.
Não consigo sair de lá.
Perco a esperança e todos os estímulos que me dariam forças para sair daquele buraco.
Mas, não é minha culpa.
Demoro uma eternidade
para encontrar uma saída.
 
Segundo dia
Caminho pela rua.
Há um buraco fundo na calçada.
Finjo que não o vejo.
Caio nele outra vez.
Mas não é possível que isto aconteceu comigo novamente!
Estou no mesmo lugar de ontem.
De qualquer maneira sei que não é minha culpa.
Demoro um tempo incrível para sair de lá.
 
Terceiro dia
Caminho pela mesma rua.
Há um buraco enorme na calçada.
Vejo que ele ainda está lá.
Mesmo assim, caio nele novamente!
Isto já se tornou um hábito.
Fico triste comigo mesmo pois as experiências anteriores de pouco me adiantaram.
Cometo os mesmos erros.
Mas, finalmente meus olhos se abrem!
Sei onde estou.
É minha culpa.
Saio rapidamente do buraco.
 
Quarto dia
Caminho pela mesma rua.
Há um buraco enorme na calçada.
Contorno o buraco.
 
Quinto dia
Mudo meu caminho. 
Vou por outra rua.
 
Superar limites só é possível quando reconhecemos quais são essas limitações, sabemos onde queremos chegar, e em que e para que desejamos nos superar. Agora é com você: acredite em sua capacidade, saia desse buraco e siga em frente!
Cada um é do tamanho dos próprios sonhos, quanto mais alto sonhamos, maiores são os limites e mais a gente encontra capacidade de nos superarmos, sem receios e sem medo de sermos decepcionados. Até porque, se isso acontecer, repetimos o ciclo e começamos tudo de novo. Só que dessa vez, com uma bagagem de aprendizado muito maior. Viver é superar desafios, vale à pena tentar. Acredite! 
Para refletir: “Você está onde você se põe.” Luiz Gasparetto
Uma semana de superação a todos nós.
 
Um longo e forte abraço
 
Até breve.
 
Isi
 
 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor