Adriana Freitas - Colunista

Adriana Freitas - Colunista

Escritora Adriana Freitas, mora em Recife – PE -  é graduada em Licenciatura em Ed. Artística, hab. Artes Cênicas (Teatro) pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Pós-graduada em Jornalismo Cultural pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP). Autora dos livros: Naquela Praia, Essa Noite e Praia Nova.

Facebook

 

 

Dez 2013

Adriana Freitas - Colunista

Fado - por Adriana Freitas

FADO   Às vezes é melhor deixar ir. Têm histórias que estão fadadas ao fracasso. Têm histórias que já começam errado. Com data para terminar. Mas não percebemos, muitas vezes até insistimos até o último momento. Até a dor...

Giros - por Adriana Freitas

GIROS   Bom mesmo são as voltas que o munda dá. As curvas da estrada. As surpresas da vida. Bom é acordar todas as manhãs com um sorriso no rosto. Seja cedo ou tarde. Seja quente ou frio. A vida é imprevisível. Não se dá para planejar tudo. O bom é adaptar-se. É sair do marasmo. Não se dá para...

Afogo - por Adriana Freitas

AFOGO Eu não vou me matar. Mas às vezes gostaria de morrer. Fugir de mim. Sumir. Deixar de sentir Toda essa agonia que sufoca o peito E me inunda. Aí transbordo em lágrimas. Na tentativa de aliviar toda a pressão Que não sei de onde vem. Só sei que paralisa o meu riso. Aí escrevo. Invento...

Irmandade - por Adriana Freitas

IRMANDADE   Amizade se faz necessário. É uma necessidade. Precisão. Principalmente em tempos difíceis. Não importa o número. Não importa a quantidade. O que importa é o amor. O que importa é a autenticidade. Se for verdadeiro Pode ser apenas um. Mas que se possa contar. Certeza na...

Depressão - por Adriana Freitas

DEPRESSÃO               Não é a dor que machuca o peito. É o medo. O desconhecido. A falta de motivos. A falta de explicações. O não saber da onde vem a angústia. E ela fica e você sente e luta. Sente e tenta não se...

O Amor em Desabafo - por Adriana Freitas

O Amor em Desabafo   Há muito que venho pensando. Não gosto de me expor. Quem me conhece já sabe, não exponho muito o que sinto publicamente. Só quem está comigo diariamente sabe dos meus planos, dos meus medos, dos meus sentimentos. Falar de mim nunca foi o meu forte. Falo pelos cotovelos,...

Decurso - por Adriana Freitas

DECURSO   Só quero dizer que a gente se refaz. Eu me refiz. Me recuperei daquela dor. Eu já nem choro e nem sinto a sua falta. Só me lembrei de você porque você me fez lembrar. Mas quer saber? Essa lembrança não me causou nada. Nem dor nem saudade. Muito menos alegria. Eu nem lembrava da sua...

Conexão - por Adriana Freitas

CONEXÃO   Acho que falta mais conversa. Mais olho no olho. Conhecer o outro. Ouvir suas histórias. Conhecer suas dores. Dar tempo a correria da vida. Trabalhos, metas, contas. E gastar um tempo conhecendo E reconhecendo amigos. Cada um tem o que expor. O que dividir. Podemos somar. Só temos a...

Saídas - por Adriana Freitas

SAÍDAS  Se o silêncio dissesse o que as palavras não são capazes de proferir. Se o silêncio não gritasse aos ouvidos dizendo o que não se quer ouvir. Se as palavras não ditas fizessem sentido. Se o silêncio não fosse permitido. Se o silêncio trouxesse paz. Ele responde e nem sempre é...

Sentimentos e Sensações - por Adriana Freitas

SENTIMENTOS E SENSAÇÕES Quando os meus pensamentos não me bastam. Quando olho para os lados e não me encontro. Quando saio a esmo. Quando não me vejo. Quando não sei o que quero. Quando não consigo entender o que sinto. Quando não tenho paz e nem conflito. Quando apenas sigo Sem saber o que...

Paixões - por Adriana Freitas

PAIXÕES E aquele frio que congela o estômago. Faz o coração bater de forma estranha. Suspiros saem inconscientemente. Vontades e desejos se misturam Com o medo de não se ter quem se quer. As borboletas habitam e se agitam Num estômago já fragilizado Pela incerteza do depois. E o que se pode...

Momentos - por Adriana Freitas

MOMENTOS E agora que eu gosto de você O que é que eu faço? Antes era mais fácil. Protegia-me na minha solidão. E agora que penso em você Não sei qual vai ser o próximo passo. Você diz não querer se envolver. Mas sempre acaba nos meus braços. Prefiro deixar como estar. Esquecer o passado. Deixa-lo...

Segundas - por Adriana Freitas

Segundas Manhãs de segunda-feira não me trazem mais medo, angústia, ansiedade, preguiça ou qualquer sentimento que me pare. Resolvi acordar cedo nas segundas com um sorriso no rosto. É o primeiro dia da semana e que comece bem. E que seja produtivo. E que seja feliz. Nem sempre as semanas são...

Desabafo - por Adriana Freitas

DESABAFO Não vou mentir dizendo que não sinto medo. Não é falta de fé. É só o desconhecido que se apresenta a porta. Ocultando as faces.  Não mostrando o rosto. Então eu sinto medo. Sento de lado e choro. Não é falta de coragem. Ela está comigo. Mas me permito chorar. Sou humana. Com...

Agradecimento - por Adriana Freitas

AGRADECIMENTO   Chegou o tempo de agradecer. As conquistas não forma todas concretizadas, mas continuar no caminho sem desvios, já é uma vitória. A família, os amigos, o amor que chegou e veio disposto a ficar. Tudo é motivo para ser feliz, agradecer e celebrar. Até os obstáculos, as dores, eu...

O Machismo nosso de cada dia - por Adriana Freitas

O MACHISMO NOSSO DE CADA DIA               Um dia um amigo tentou me fazer um elogio. Ele até disse: - “essa frase é machista, mas você dirige como homem”. Ele não quis dizer que eu dirigia displicentemente, ou de forma agressiva, ele...

Ode ao desapego - por Adriana Freitas

ODE AO DESAPEGO   Objetos podem durar a vida inteira. E mesmo assim não devemos nos apegar a eles. O desapego deve ser estendido a pessoas e objetos. Não são propriedades. Estão com a gente. Não são da gente. Saudades se sente. Apreço se tem. Mas nada é nosso. Nada nos pertence. Pessoas vêm e...

Necessidades - por Adriana Freitas

NECESSIDADES   Mesmo nas adversidades sorrir é preciso. Ninguém tem obrigação de secar suas lágrimas. Ninguém tem o ombro disponível para oferecer a todo o momento. Bom humor deve ser inerente ao ser humano. Não é preciso mostrar os dentes a todo hora. Mas choros constantes cansam os ouvidos...

Dos amigos - por Adriana Freitas

DOS AMIGOS   Não sei se há incondicionalidade na amizade. Mas amizades de verdade enfrentam o tempo, divergências, dessabores, amores, contratempos, dias ruins, o que for. Amigos se irritam, magoam, tiram do sério. Os amigos nos colocam em enrascadas, nos levam para o mal caminho. Às vezes...

Samba a dois - por Adriana Freitas

SAMBA A DOIS   Sempre ouvi a frase “cuidado com o que você pede”, “cuidado com os seus sonhos, eles podem se realizar”. Não é exatamente sobre sonhos que quero falar, mas sobre desejos, vontades. Aquilo que o coração anseia,...

Qual é o seu Número - por Adriana Freitas

QUAL É O SEU NÚMERO?               Desde que nos entendemos por gente aprendemos a conviver com números. Sou a segunda filha de um número de quatro. Na chamada da escola, geralmente, era número um pelo meu nome começar com...

O Amor em um ato - por Adriana Freitas

O AMOR EM UM ATO   O cenário é parecido. Sempre é um quarto, iluminação branda ou quase nenhuma. Quando se tem luz. Quando não é preciso usar os outros sentidos para enxergar. Não se encontra o outro com dificuldade. Pois já se sabe aonde ele vai estar. Uma cama, que pode ser de casal ou de...

Felicidade sem cor - por Adriana Freitas

FELICIDADE SEM COR   Cores e belezas. Fantasias efêmeras. Apenas para quem segue o novo. As cores desbotam. As belezas se transformam. E aqueles que seguem apenas o novo Se perdem em conceitos mal elaborados. Ser novo. Ser velho. Não é apenas questão de idade. São conceitos predeterminados Por...

Não faz parte do cotidiano - por Adriana Freitas

NÃO FAZ PARTE DO COTIDIANO   A violência deveria chocar. Não deveríamos nunca nos acostumar com ela. A violência nunca deveria fazer parte do nosso cotidiano. Ela não é e nunca será algo banal, trivial, ela nunca será um...

As Segundas - por Adriana Freitas

AS SEGUNDAS   Segundas-feiras não me assustam. O que me assusta são as segundas intenções. As mensagens subliminares. O que não está claro. O subentendido. Acredito em segundas chances. O que me assusta é a repetição do erro. É a falta de respeito. É o não cuidar por excesso de confiança. As...

Gratidão com amor - por Adriana Freitas

GRATIDÃO COM AMOR   E hoje eu acordei feliz! Acordei sorrindo. Acordei com vontade de agradecer. Acordei com vontade de dizer aos meus o quanto os amo e o quanto eles são importantes pra mim. Não quero esperar o melhor momento. Não quero me perder em mágoas e sentimentos. Se para quem ama isso...

Permissão - por Adriana Freitas

PERMISSÃO   Nem sempre se pode ver o amor. Nem sempre se pode sentir o amor. Nem sempre se pode amar. Nem sempre se pode ser amada. O amor não exige provas. O amor não exige sacrifício. Nem sempre se pode viver o amor. O amor não exige palavras. O amor não precisa ser difícil. É só questão de...

O amor e suas completudes - por Adriana Freitas

O AMOR E SUAS COMPLETUDES   O amor faz milagres. Ultrapassa barreiras. Avança no tempo. Perpetua sentimentos e gerações. Tem a incrível capacidade de se transformar e transforma as pessoas. O amor é a resposta para todo e qualquer mal. Seja ele físico ou espiritual. O mundo seria diferente se...

A vida sem fantasias - por Adriana Freitas

A VIDA SEM FANTASIAS   A vida não é circo. Nem a minha e nem a sua. A vida particular não pode ser motivo de entretenimento, chacota, piadas e chistes. Cada um tem as suas dores, as suas felicidades. Não existem santos e nem demônios. Cada um tem os seus defeitos e qualidades. A vida seria...

Sobre o meu direito de liberdade - por Adriana Freitas

SOBRE O MEU DIREITO DE LIBERDADE               Crescemos numa sociedade cheia de clichês e machismos. Ditando regras que muitas vezes e em sua maioria poda o direito da mulher de ser quem ela quer ser e quem é de verdade a incluindo em...

Paralelos - por Adriana Freitas

PARALELOS               De repente eu virei ou tentei me tornar aquele tipo de pessoa que não se importa. Não fazia nenhum esforço, simplesmente tentei aplicar o desapego a minha filosofia de vida. E por um tempo, acho que deu certo. Pelo...

A Flor - por Adriana Freitas

A FLOR   E ele roubou a flor mais bonita do jardim. Colocou a culpa em sua beleza. De tão bonita Exibia-se, Maltratando sua visão. Pedindo para ser tocada. Pedindo para ser levada. Hora essa quem já se viu de tão bela? Mostrar-se por aí Matando todas as outras flores de inveja. E despertando o...

O bom da vida - por Adriana Freitas

O BOM DA VIDA   Bom mesmo é amar Sem esperar nada em troca. Sem exigir retornos. Amar pelo simples hábito de Distribuir amor. Sem cobranças. Sem amarras. Sem medos. Simplesmente amar. Sem receios. Sem apegos ou fantasias. Amar porque o amor liberta. Faz bem à alma e ao coração. Amar sem...

Camaradagem - por Adriana Freitas

CAMARADAGEM   Amigos são irmãos que a vida nos presenteia. Presentes de Deus. Não sei se são irmãos por escolha. Não sei se escolhemos e ou se somos escolhidos. Apenas sei que temos aquelas pessoas especiais que chegam na nossa vida. Entram sem pedir licença e se instalam de uma forma que nada...

1 | 2 | 3 >>

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

        

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor