Adriana Vargas

Adriana Vargas

Por Shirley M. Cavalcante (SMC)

Adriana Vargas, formada em Direito pela UCDB, abandonou a carreira jurídica para se dedicar à escrita.  Escreve desde os sete anos de idade e teve participações com menções honrosas em diversos concursos literários. É autora de romances sobrenaturais: O oitavo pecado, O voo da estirpe, O segredo de Eva, Vozes do Silêncio, Túnel do Tempo, Lilith, meu amor da escuridão e Inocence. Coordenadora do Clube dos Novos Autores e autora do projeto Letras brasileiras. Agente Literária e assessora da Editora Modo; Beta Reader da Studio Editorial. Ganhou o prêmio INTERARTE 2012 com seu romance O Oitavo Pecado.

“Abandonem o modismo! Deixem esta bandeira! Vamos juntos descobrir talentos que ainda não conhecemos. Vamos criar o nosso próprio gosto de literatura, e não permitir que a mídia ou o mercantilismo faça isso para nós.”

 

Boa Leitura!

 

SMC - Escritora Adriana Vargas para nós é um prazer tê-la conosco no projeto Divulga Escritor. Conte-nos em que momento decidiu publicar seu primeiro livro? O que a motivou a publicar?

Adriana Vargas -  Olá, prazer em estar prestando esta entrevista a vocês.  O momento em que decidi tirar meu texto da gaveta foi quando estava disposta a abandonar a carreira jurídica para me entregar de corpo e alma para meu maior legado – a escrita. O fator que mais me levou a crer que havia chegado o momento foi a angústia em ser lida; de provar a mim mesma de que minha intuição literária estava certa. Eu escutei o chamado do meu eu interior para esta estrada e aqui estou.

 

SMC - Qual o público que você pretende atingir com o seu trabalho? Que mensagem você quer transmitir para as pessoas através de seus escritos?

Adriana Vargas -  eu já tenho um público cativo, que ao decidir ler meus livros, compram todos os que já estão publicados, e continuam comprando os que vão lançando. Este público não tem denominação, creio que se identificam apenas com meu trabalho, e em sua maioria são pessoas adultas ou jovens adultos. Não escrevo para adolescentes, mas estou tentando escrever algo para este público na linguagem gótica.

 

SMC - De que forma você, hoje, divulga o seu trabalho?

Adriana Vargas -  Divulgo meu trabalho na forma de ação criativa. Não sigo um padrão, o que for me dando vontade, faço. Gosto muito de divulgação pela internet, pois quase não vou a eventos, a não ser, os imperdíveis como as bienais. Moro afastada dos grandes centros e meu trabalho não me permite ausência por muito tempo, por isso aproveito tudo que tenho em mãos, e mais recentemente fundei uma campanha que está dando resultados muito positivos que é – compre um livro diretamente com seu autor. Esta campanha tem por finalidade retirar os 40,50 e 60% das vendas de nossos livros das mãos das livrarias e aproximação do público leitor com o escritor. As pessoas não adotam, porque preferem o status ainda e o anonimato. Eu adoto porque gosto deste contato e foi através dele que consegui hoje tudo que tenho no mundo literário.

 

SMC - Escritora Adriana Vargas, você hoje tem vários livros publicados, conte-nos qual o livro que demorou mais tempo para ser escrito e publicado? Que temas você aborda neste livro?

Adriana Vargas -  Foi O Voo da Estirpe. Foi o primeiro livro que escrevi e o que mais escondi debaixo do colchão. Eu não me sentia segura com a obra, primeiramente porque a escrevi para mim, para um momento trágico que eu vivia, paralisada por uma AVC. Segundo, porque a linguagem é tão solta, que se tornou até “libertina”, e terceiro porque a maioria das pessoas que leem o livro não entendem o que ele quer transmitir, e creio que isso acontece justamente pelo fato de minha ânsia em tê-lo somente para mim no momento em que mais precisei de alguma ajuda, uma força, um amparo. Porém, ao publicar, foi um sucesso com resenha até mesmo no blog da MTV. Demorei muito para escrevê-lo devido à dificuldade emocional que tive para atravessá-lo, com medo da vida e da morte, já que ele encara ambos de frente, sem modéstia e preconceito.

 

SMC - Qual o livro que demorou menos tempo para ser escrito e publicado? O que a motivou a escrever de forma mais intensa que os demais livros escritos? Que temas você aborda neste livro?

Adriana Vargas -  Segredo de Eva foi escrito num final de semana. O motivo de sua intensidade foi a descrição do sentimento que estava vivendo naquele momento – friso: não é uma autobiografia, pois os personagens passam longe de minha história, mas o sentimento gerado no livro,  a ânsia, o desespero, a dor, a decepção, o tesão, a paixão – tudo isso era ingrediente do que estava vivendo, amando loucamente alguém que tinha rompido naquele exato final de semana muito frio e angustiante. Fiz o chocolate quente, em lágrimas, me sentei de frente ao computador e só saí dele quando escrevi a última linha – sem dormir até terminar o livro. Quando acabei, chorei muito por várias horas e dormi por dois dias. Esgotei-me. Fiz questão de fazer deste ex-relacionamento, um marco em minha vida através da escrita deste livro.

 

SMC - Quais seus próximos projetos literários? 

 Adriana Vargas -  Como havia citado, ainda não tenho um público juvenil, e estou escrevendo uma obra gótica, com o cenário sombrio, linguagem  e clãs característicos, vamos ver no que dará. Paralelamente, estou me dedicando a coletânea de pequenas histórias dos personagens de meus livros publicados. Estou gostando bastante deste trabalho, pois me sinto construindo um elo muito forte com meus personagens, e gostando bastante do fato de meus leitores já estarem na expectativa para ler um pouco mais sobre aqueles que lhes cativou.

 

SMC - Você estará lançando um novo livro na Bienal Internacional do Rio de Janeiro? Qual o dia em que podemos encontrá-la na Bienal?

Adriana Vargas -  Estarei lá do dia 28 de agosto a 09 de Setembro no Estande. Porém, meu lançamento será dia 08 de Setembro às 18 horas.

 

SMC - Onde podemos comprar os seus livros?

Adriana Vargas -  Meus livros podem ser encontrados, principalmente, nesses links:

- https://www.facebook.com/AdrianaVargasAguiar/app_305990076116431

- http://adrianavargasaguiar.blogspot.com.br/p/loja.html

Email – adrianavargas.ocadv@gmail.com

 

SMC - Que dica você dá para as pessoas que estão iniciando carreira como escritor?

Adriana Vargas -  não esperem nada cair do céu. Acreditar que uma editora fará por você, aquilo que você não fará é decepção na certa. Estamos na era do autor independente em todos os sentidos. Corra atrás do seu sucesso, porque isso é sua obrigação acima de todos os seus direitos.

 

SMC - Quais as melhorias que você citaria para o mercado literário no Brasil?

Adriana Vargas -  Menor percentual nas vendas de nossos livros para as livrarias; maior experimento dos blogs literários comprando nossos livros para realizar promoções em seus sites, ao invés de nós, escritores, termos que doar nossos livros para eles comprarem os estrangeiros; Escritores serem mais independentes quanto à divulgação e vendas de seus livros; Editoras adotarem um ideal para sua empresa, que deveria ser menos empresarial, e mais nacionalistas; que a literatura  deixasse de ser vista como um  negócio gerador de dinheiro, e passasse a ser mais uma necessidade cultural emergente.

 

SMC - Pois bem, estamos chegando ao fim da entrevista, agradecemos sua participação no projeto Divulga Escritor, muito bom conhecer melhor a Escritora Adriana Vargas, que mensagem você deixa para nossos leitores?

Adriana Vargas -  Abandonem o modismo! Deixem esta bandeira! Vamos juntos descobrir talentos que ainda não conhecemos. Vamos criar o nosso próprio gosto de literatura, e não permitir que a mídia ou o mercantilismo faça isso para nós.

 

Participe do projeto Divulga Escritor

  https://www.facebook.com/DivulgaEscritor

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor