Aproveitando 3 dias em São Paulo - por Adriana Gomes Farias

Aproveitando 3 dias em São Paulo!

 

Saindo para viajar na quinta a noite, chegamos em São Paulo na sexta de manhã e pudemos aproveitar o fim de semana inteiro na cidade. Saindo de lá somente na segunda-feira bem cedinho.

A localização do nosso hotel foi primordial para nos poupar tempo, principalmente para sair à noite, pois ficava no Bairro Jardim Paulista que é bem movimentado, com muitas lojas, bares e restaurantes, além de ser a duas ruas da Av. Paulista: O hotel Transamérica da Rua Bela Cintra.

Sexta-feira: Catedral da Sé / 25 de Março / Mercado Municipal

Nosso café da manhã foi na padaria/delicatessen Bella Paulista, onde você encontra de tudo. Você pode pedir lanches a La carte (foi nossa escolhas, mas saiu bem mais caro), pode se servir a vontade em um Buffet (R$18 por pessoa), ou pode comprar e levar do mercadinho ou padaria do local. Achei os lanches muito bem servidos, então para quem come pouco como eu, um misto e uma salada de frutas foi demais. O preço justifica o tamanho dos lanches. 

 

De metrô fomos até a Catedral da Sé, um dos 5 maiores templos neogóticos do mundo, inspirada nas grandes igrejas européias, e seus vitrais coloridos (lindos!!), móveis e esculturas vieram da Itália. Na parte abaixo do altar há uma cripta sustentada por colunas e arcos onde são sepultados bispos e arcebispos de São Paulo.

Em frente à Catedral fica a Praça de mesmo nome, onde se localiza o marco zero da cidade, e ele mostra todas as rodovias que partem de São Paulo, bem como a numeração das vias públicas da cidade.

 

Seguimos o passeio até a Rua 25 de Março. Eu já conhecia e particularmente não gosto muito porque vende muita bugiganga e falsificação, então se você gosta de coisa boa e barata, talvez seja melhor ir ao Brás ou Bom Retiro, onde tem ótimas opções de roupas e calçados. Maaaas, sempre dá para achar algumas coisinhas por lá como bijuterias, acessórios, blusinhas básicas, pijamas e lingeries.

 

Para matar a fome, encerramos o dia no Mercado Publico Municipal que fica ali pertinho. Este mercado público é especializado na venda de frutas, verduras, temperos, bebidas, embutidos, carnes e outros produtos alimentícios. Tanto no térreo como no mezanino você encontra quiosques e restaurantes que servem comidas deliciosas e bebidas. Claro que os lanches mais famosos são: o sanduíche de mortadela Ceratti e o pastel de Bacalhau, que são muito bem acompanhados por um chopp Brahma bem gelado.

 

De noite a pedida foi o Pub All Black, com banda pop-rock e chopp Guinness.

 

Sábado: Estação da Luz / Churrascaria Villas / Av. Paulista

 

De manhã fomos à Rua Santa Ifigênia que é ótima para comprar eletrônicos: computadores, câmeras, GPS, jogos de luz, e muito mais. A estação da Luz fica bem próxima e andamos até lá, passando pela Sala São Paulo, antiga Estrada de Ferro que hoje abriga a Orquestra Sinfônica de São Paulo. A Estação da Luz, logo mais adiante, também não sai perdendo em termos de beleza e grandeza. É uma estação ferroviária e de metrô, e ainda abriga o Museu de Língua Portuguesa

O almoço foi na churrascaria Villas, na Avenida Marginal Tietê nº2163. Achei o restaurante muito bom, um Buffet bem variado, com comidas finas como lagosta, paella, muito camarão e frutos do mar. Uma boa mesa de sushi. E ainda alguns acompanhamentos deliciosos que servem na mesa. Mas o preço é bem salgado!!

No resto da tarde, ficamos pela Av. Paulista, em algumas lojas e voltamos ao hotel para descansar. E a noite fui conhecer o restaurante Baré Jardins (sociedade com o ator Malvino Salvador). Pequeno e aconchegante, ótimos drinks e petiscos. Mas o que torna o lugar uma atração é a facilidade em encontrar com o ator Malvino Salvador por lá. E tive a oportunidade de falar com ele e tirar uma foto!

Mais tarde a balada se estendeu no D-Edge, com música eletrônica de qualidade para dançar até de manhã.

Domingo: Aquário / Museu do Ipiranga / Vila Mariana / Museu do Futebol / MASP

O Aquário de São Paulo, que fica no bairro Ipiranga. É um passeio legal para família e principalmente crianças, mas não acho que vale o preço de R$ 45 por adulto e R$35 por criança.

Do Aquário caminhamos até o Museu Paulista da USP, também chamado de Museu do Ipiranga, no Parque da Independência. Um lindo ponto turístico que vale a pena visitar, a construção lembra muito os palácios europeus.

Seguimos de táxi para a Vila Mariana para almoçar no restaurante Genuíno: peça a picanha na chapa e o chopp Black da Brahma.

Seguimos de táxi para o Museu do Futebol, no estádio do Pacaembu, para já entrarmos no ritmo da Copa. Achei muito legal, moderno e interativo o museu, para crianças e adultos que gostam de futebol, é o passeio ideal. E o preço é super amigável, apenas R$6 inteira e R$3 meia.

Encerramos esse dia movimentado de volta a Avenida Paulista, passando pelo MASP (se você não conhece, vale a pena uma visita), algumas lojas e feirinhas locais, e comendo novamente na Padaria Bella Paulista antes de ir para o hotel repousar e ir embora no outro dia.

 

Para saber mais detalhes da viagem, acesse nosso blog:   http://viciodeviagens.blogspot.com.br/

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor