As Cores da Vida - por Elisa Pacheco

As Cores da Vida - por Elisa Pacheco

As cores da vida

 

A nossa vida é uma imensa aquarela, e nós somos os donos dos pincéis para pintar os nossos próprios quadros. Cada um pinta o seu retrato como quer, e podem ser feitas as mais variadas pinturas! O pincel indica o traço, a textura, a direção e a cor que devemos seguir para achar o guache e a têmpera certa! Cada tintura tem o seu relevo, a sua forma de ser no espaço, assim como a vida, que se adapta e muda como cada gota de tinta que cai num "pedacinho azul de papel". Podemos desenhar o bem ou mal, é o pincel que vai mostrando a dinâmica de cada movimento! Ele pode ser como um trem veloz que atravessa o tempo, ou como uma larva se rastejando recém-saída de seu casulo! A pintura é o casulo de nossas vidas! Dela tudo pode nascer, crescer ou morrer, tudo vai depender da sua representatividade... O amarelo que pinta o sol pode ser o amarelo que pinta o céu, que pinta a morte, que pinta a vida! O preto pode ser uma sombra, ou uma margarida esquecida num abismo sem fim. Quando a tinta bate na tela, ou num chão qualquer, ela te devolve àquela sensação que ali foi vivida! E por cada lugar, por cada trajeto que passamos é assim, tudo depende da forma como pintamos os nossos quadros! Somos os pintores das nossas vidas, e assim vamos pintando o nosso presente, passado e futuro, que pode ser borrado, esfumaçado ou seguro! Agora, é preciso saber usar o pincel para descobrir o melhor traço! É preciso saber escolher e preparar as tintas! Já que cada pintor carrega em sua bagagem o seu modo arteiro de pintar e colorir os seus próprios caminhos! Que cor você escolheria para pintar a sua vida? Andam falando por aí que até a nossa aura, alma tem uma cor, mas essa mesma varia conforme os nossos pensamentos e sentimentos! De alguma forma, um pintor/ ator que atua em sua obra traz em sua argamassa um pouco de si, um pouco dos outros, um pouco da vida! Por isso que existe uma arte/vida que nos persegue pelos muros da cidade! Não sei quais são as cores da vida, mas também não consigo imaginar uma vida sem cor! Talvez porque os seres humanos possam ser camaleônicos! Nada está definido, tudo está para ser pintado! Já se pintou hoje? 

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor