Avozinhas do Facebook - por Joana Rodrigues

Avozinhas do Facebook - por Joana Rodrigues

AVOZINHAS DO FACEBOOK

 

As avozinhas do face

Andam por aqui a teclar

Já lhes tiraram o passe

Com que iam passear,

Assim não saem das casas

E enganam a solidão

Estão com pernas e asas

Todas estropiadas,

Mas no computador cá estão,

São as avozinhas das madrugadas

Que dormem até ao meio dia,

Enquanto não se pagar imposto

Podem estar no face da alegria,

O que nos falta tirar é esse gosto

De com as amigas conversar,

Se nos derem esse desgosto,

Vamos para a rua manisfestar

Sou uma avozinha destes tempos

Descobri minha vocação,

Os escritos começaram lentos

Mas agora, subiram na votação,

Dediquei-me a estudar as artes

Fiz dela a minha magia,

Separei algumas partes,

E dei vós à minha escrita, que é poesia,

 
JOANA RODRIGUES 30/03/2015
 
 
 
 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor