Beija o meu rosto - por Maria Tavares

Beija o meu rosto - por Maria Tavares

BEIJA O MEU ROSTO

 

Fecho os olhos e vejo

as tuas mãos

abertas de mansinho,

acariciando o desassossego

que transforma o meu rosto

que morre em vida

e renasce na manhã clara...

E o sol beija o meu rosto

Cansado de tanto sofrer…

De repente, anoitece…

E a minha dor aquece

Na brancura dos lençóis de linho

Que bordei um dia com carinho…

E assim adormeço nesta cama

Onde se derrama

Sobre mim …um edredão de arminho…

 

MARIA TAVARES 

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor