Beijo - por Filipe Amourous

Beijo - por Filipe Amourous

Beijo

 
 
 
Beijo essa boca que me chama, sorrindo,
 
 
Os nossos lábios tocam-se em suaves caricias,
 
 
Sinto a tua boca na minha e gosto do seu sabor,
 
 
Percorro os teus lábios doces na descoberta da tua língua.
 
 
Elas se tocam, descobrem-se, sentindo-se e cumprimentam-se em longo cerimonial.
 
 
E nesse desejo profundo, nos esquecemos da música que toca,
 
 
nos perdemos do espaço que nos envolve.
 
 
Este beijo que perdura sem vontade de parar,
 
 
segue o seu próprio ritmo, segue o movimento dos nossos corpos
 
 
que transcendem o beijo, em caricia, amor, afeto,
 
 
E o compasso são as nossas bocas.
 
 
Por momentos paramos, cruzamos o olhar, breve sorriso, desejo infindável.
 
 
E tudo recomeça, num beijo que termina quando um novo se inicia.
 
 
 
 
 
 
 
 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor