Bernadete Bruto - Colunista

Bernadete Bruto - Colunista

 

Bernadete Bruto é Natural de Recife, PE. É formada em Sociologia, analista de gestão do Metrô do Recife e atua também como poeta e declamadora, tendo três livros publicados. Suas poesias versam sobre a vida cotidiana, bem como, contem muitas reflexões existenciais, que são apresentadas numa abordagem psicossocial, sem perder, contudo, a simplicidade da forma de expressão,no desejo de atingir a todas as classes sociais. Em seus recitais, além da poesia, utiliza musicas e performances,compondo uma história,que traz alguma mensagem, no sentido de proporcionar momentos de reflexão e/ou pura diversão, uma vez que o propósito maior da autora é “falar aos corações” e deixar mensagens de alegria, esperança e fé na vida.Os recitais são realizados no local indicado pela pessoa e/ou empresa interessada.


E-mail: bernadete.bruto@gmail.com
Site: www.bernadetebruto.com

 

 

 

 

Janeiro 2014

Bernadete Bruto - Colunista

Olivia - por Bernadete Bruto

OLIVIA   A POESIA DA VIDA É UMA MENINA NA MAIS TENRA IDADE SUA PRESENÇA É CHEIA DE RIMA E SONORIDADE É UM ENCANTAMENTO A EXPRESSIVIDADE DESTA MENINA A TODO MOMENTO UMA LINDA COTOVIA PURA POESIA VIVA QUE SE CHAMA OLIVIA.    

Desgostosa Mente - por Bernadete Bruto

DESGOSTOSA  MENTE   O GOSTO AMARGO NA BOCA É O REMÉDIO RUIM EMPURRADO PELA VIDA GOELA ABAIXO MUITAS VEZES SEM SAÍDA OBRIGANDO A EXPERIMENTAR O AMARGOSO GOSTO DO DESGOSTO IMPOSTO PELOS OUTROS. E EU  AQUI A DIVAGAR... DEVO DAR ESSSE GOSTO?        

Encontro Familiar - por Bernadete Bruto

ENCONTRO FAMILIAR   UM SALÃO CHEIO DE PARENTES TODO ENFEITADO PARA AQUELA FESTA MUITAS GERAÇÕES SEPARADS PELO ESPAÇO REUNIDAS NUM DIA COMEMORANDO A VIDA A ALEGRIA NÃO HOUVE ESPAÇO PARA DOR SENTI A PRESENÇA DE MEU PAI E MINHA MÃE ATÉ DE MEUS AVÓS NAQUELE DIA NUM SALÃO CHEIO DE PARENTES A ORDEM...

Sobre Gratidão - por Bernadete Bruto

SOBRE GRATIDÃO   QUANDO VOCE SE DISPÕE INSISTENTEMENTE NA TEIMOSA PROCURA PELO SEU IDEAL AS PESSOAS CHEGAM CHEIAS DE PRESENTE SEMPRE (NUNCA PARA SEU MAL) AGRADEÇA A ELAS SEMPRE SEMPRE E SEMPRE.        

O que é ser Escritor - por Bernadete Bruto

​O QUE É SER ESCRITOR   SER ESCRITOR É VIDA PLENA DE SINTONIA  COM PALAVRAS REPLETAS DE ALEGRIA, TRISTEZA OU DOR ESCREVE COM TODA ENERGIA E POR QUALQUER RAZÃO​ ​- NA PROSA OU NA RIMA - PALAVRAS VINDAS DO CORAÇÃO ESCREVE SEMPRE O...

De amor e de cumplicidade - por Bernadete Bruto

DE AMOR E DE CUMPLICIDADE   UM CASAL VELHINHO CAMINHANDO A PASSOS PARCOS ELE TRÔPEGO ELA NO SEU AMPARO JUNTOS NA CUMPLICIDADE DEVAGARZINHO AVANÇANDO SEU DESTINO ENFRENTANDO A PASSOS PARCOS NA CUMPLICIDADE AVANÇANDO JUNTOS ATÉ O FIM!    

Tempo de Paz - por Bernadete Bruto

TEMPO DE PAZ   Quando a vida sucede em ordem Tão tranquila e suave Em tudo que se faz Surge uma alma apaziguada Seguindo serena na estrada Sem se preocupar com nada Chega enfim a estação da paz  

Miragem de Vida - por Bernadete Bruto

MIRAGEM DE VIDA   Refletindo o vidro A paisagem Um olhar Sobre o mundo Tudo tem nexo Assim somos também Um com o outro Como num espelho Puro reflexo!      

Forte Empatia - por Bernadete Bruto

FORTE EMPATIA   As dores do mundo Tão perto de mim As dores do outro No parto da vida Dores viscerais Queimando bem fundo Dentro do meu peito Toda dor do mundo Do outro  Tão forte Doendo em mim.    

Ordinária Rivalidade - por Bernadete Bruto

 ORDINÁRIA RIVALIDADE   Quanta besteira! Marcar espaço Delimitar fronteira É preciso uma vida inteira Para entender Tudo isso Não é nada Não é meu Nem é seu    

Reminiscência - por Bernadete Bruto

REMINISCÊNCIA ARREBATADORA MENTE SÓ MENTE UM AMOR UMA PAIXÃO COMPLETA MENTE EM VÃO...      

O mundo com olhos de mãe - por Bernadete Bruto

O mundo com olhos de mãe   Cresci numa grande família, florescendo regada por uns olhos carinhosos de minha mãe. Recebi  também, de tias, primas, irmãs, muitos olhares carinhosos como os mesmos olhos de minha mãe. Talvez, por isso, imagino que a vida fica melhor, sempre que sinto em...

Autentica Expressão - por Bernadete Bruto

AUTÊNTICA EXPRESSÃO   Ou Se expressa à vida  (Breve sonho cintilante) Pela mão taquígrafa  Na sua fagulha de lucidez   Caligrafia tão veloz ! Ou se expressa à vida (  suave sopro sonoro) Orquestrando no verbo O som do universo Retinido pela voz Em sua legitima...

Mundo Civilizado - por Bernadete Bruto

MUNDO CIVILIZADO   Cruzo com este ser Que vem em minha direção Numa antevisão Põe os olhos no chão E ainda dizem Que isso se chama De CIVILIZAÇÃO...    

Ofertório Natural - por Bernadete Bruto

OFERTÓRIO NATURAL   Está(va) ali Entregando-me tudo Eu nada via A cada  estação Por muitas gerações Ofertando a flor O fruto, a sombra Puro amor! E hoje Enquanto via Agradecia!    

Imaculado Amor - por Bernadete Bruto

IMACULADO AMOR   Trago amor Encrustado no peito Como uma joia Para que negar? Não tem jeito... É por você Por ela Por eles Até por mim Esse amor Espalhado e rarefeito Vibrando forte assim Neste peito      

Incólume - por Bernadete Bruto

INCÓLUME   Quem é feliz Estando no seu lugar Fazendo o que exatamente faz Ao Se esbarrar com certa gente Segue em frente Não tem tempo a perder De ser infeliz De se entristecer Ou olhar para trás    

Ainda nos Trilhos - por Bernadete Bruto

Ainda Nos Trilhos   Esse caminho  - Vista tão conhecida – Tantas vezes percorrido Um dia será abandonado. Toda uma vida Largada na estrada Portanto Antes do fim Sigo com alegria Uma vida nos trilhos Sem questionar Aproveitando o percurso Dia a dia    

Solstício Poético - por Bernardete Bruto

Solstício POÉTICO Vivo intensamente como o sol Do seu calor me aqueço Infiltrado nas entranhas Com força tamanha Enchendo-me de luz  Eu, tão solar assim! No fulgor das palavras Emanando poesia Totalmente exposta Espalhada pelo mundo E mesmo assim  Afastada de tudo.    

Devolvendo ao Universo - por Bernadete Bruto

DEVOLVENDO AO UNIVERSO   ENTREGAR ESPONATANEAMENTE AQUILO QUE A VIDA CONCEDEU NA VERDADE NÃO É BONDADE É CONSCIENCIA  DE QUE NADA É BOM  OU MAU  NEM É MEU, NEM SEU É  LEI UNIVERSAL DÁDIVAS DOADAS SEM NENHUMA INTENÇÃO CONCEDIDADS DE BOM GRADO DE GRAÇA DE...

Persistência - Bernadete Bruto

PERSISTÊNCIA   FORA DE CASA LONGE DO TEMPO DA TEMPERATURA NESTA CHUVA FORA DE HORA A ENVERGADURA DE RESISTIR DE SE ADAPTAR NÃO DEVANECER E APROVEITAR        

Céu Estrelado - por Bernadete Bruto

CÉU ESTRELADO   ESTE É O CÉU ESTRELADO QUE CONHEÇO E ADMIRO ASSIM COMO NA TERRA RELUZINDO MEU ESPAÇO DENTRO DO ESPAÇO CONSIGO VER-ME  NELE REFLETIDO COMO VEJO CADA SER NELE CADA QUAL COM SEU BRILHO!      

Nada sei - por Bernadete Bruto

NADA SEI   SÓ SEI QUE NADA SEI DISSE SÓCRATES O QUE POUCO ENTENDIA UM DIA COM O PASSAR DO TEMPO A MATURIDADE DEIXEI DE LADO A ARROGÂNCIA RECONHECI A VERDADE AGORA CONSIGO VER O QUANTO NÃO SEI O TANTO QUE PRECISO APRENDER    

Rumo ao interior - por Bernadete Bruto

RUMO AO INTERIOR A CAMINHO SE DIRIGINDO SEMPRE AFINAL NO FINAL SEJA COMO FOR O RUMO É AO INTERIOR!        

1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

        

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor