Bienal PE 2015 - Dayse Cabral de Moura - Entrevistada

Bienal PE 2015 - Dayse Cabral de Moura - Entrevistada

por Shirley M. Cavalcante (SMC)

 

Nome: Dayse Cabral de Moura          Cidade: Recife        País: Brasil

Email: mouradayse@yahoo.com.br

Quais livros estarão sendo autografados na BIENAL PE: Oranyam e a grande pescaria. Mazza Edições; MG, 2014.

Tema do conteúdo que escreve: Formação de Professores; Educação das Relações Etnicorraciais no Brasil; Leitura e construção de identidades raciais; Literatura afro-brasileira. Alfabetização e Letramento; Educação de Jovens e adultos.

Pequena Biografia

Pernambucana, pedagoga. Possui mestrado e doutorado em educação pela UFPE. Atualmente é professora Adjunta do Departamento de Métodos e Técnicas do Centro de Educação da UFPE e coordena o Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros daquela instituição.

 

Divulga Escritor – Escritora Dayse Moura é um prazer contarmos com a sua participação no projeto Divulga Escritor, conte-nos, o que o motivou a participar da BIENAL PE?

Dayse Moura - Identificar a BIENAL PE como uma oportunidade para dar visibilidade à literatura afro-brasileira e africana. Tema do meu livro. É um evento que atrai um público diverso, mas também muitos professores e crianças que precisam ser sensibilizados para conhecer e ler literatura africana e afro-brasileira. O conhecimento de outras narrativas para além das eurocêntricas nos ajudará a enaltecer nossa ancestralidade, romper com estereótipos, preconceitos e fortalecer a identidade racial negra.

 

Divulga Escritor - Em que momento se sentiu preparado para publicar um livro?

Dayse Moura - Meus pais sempre contaram muitos causos, contos e histórias para mim. Sempre gostei de ler, escrever e contar histórias. Fui escrevendo histórias para contar para os meus filhos. Alguns anos atrás tomei coragem de mostrar para uma editora séria e ela gostou da proposta. Assim, nasceu para a sociedade o meu 1º livro de literatura: Oranyam e a Grande Pescaria. A preparação para a publicação veio junto com as experiências pessoais e profissionais.

 

Divulga Escritor - O que mais o encanta na área literária?

Dayse Moura - Tudo. É uma linguagem rica. A estética, os estilos, as imagens, os textos. As várias possibilidades de ousar, sensibilizar, dar vida e promover sonhos,  encontros, desencontros. A literatura pode ser uma grande ferramenta para o empoderamento das pessoas.

 

Divulga Escritor - Conte-nos um pouco sobre o livro "Oranyam e a Grande Pescaria" que estarás autografando na Bienal

Dayse Moura - É um livro que fala de solidariedade, sonhos e tradições. Traz uma história interessante de um menino que nasce na cidade de Oyó, na Nigéria. Ele e seus amigos vão para uma pescaria e de repente, são surpreendidos com um grande peixe no rio Niger. As decisões sobre como pescá-lo, levá-lo para a aldeia e o que fazer com o peixe estarão imbuídas de ensinamentos e valores das culturas africanas e afro-brasileiras. 

 

Divulga Escritor - Em que dia, local e horário você vai esta na Bienal PE?

Dayse Moura - Dia 05 de outubro. Local: Plataforma. A Bienal acontece no Centro de Convenções de Pernambuco; dentro da Bienal a Plataforma está situada na esquina da Rua 1 com a rua 12. Hora: 17h

 

Divulga Escritor - Quais os seus principais objetivos como escritor?

Dayse Moura - Partilhar ideias. Dialogar. Promover o meu próprio empoderamento e o letramento de reexistência. Contribuir para o empoderamento de outras pessoas. Socializar histórias. Inquietar-me e inquietar.

 

Divulga Escritor - Como você vê a Bienal Internacional do Livro de Pernambuco para o desenvolvimento literário pernambucano?

Dayse Moura - Mais uma oportunidade para o incentivo da formação da biblioteca individual das pessoas, através da aquisição de livros. Espaço privilegiado para conhecer autores, antigas e novas propostas literárias, sensibilizar para a construção do gosto pela leitura, explorar e divulgar a cultura e a literatura pernambucana.

 

Divulga Escritor - Pois bem, estamos chegando ao fim da entrevista. Muito bom conhecer melhor sua trajetória literária. Agradecemos sua participação no projeto Divulga Escritor. Que mensagem você deixa para nossos leitores?

Dayse Moura - A leitura e a escrita pode ser uma ferramenta de emancipação humana! Nesse sentido, tomo como um dos exemplos, a produção da escritora Carolina Maria de Jesus. Mulher negra, pobre, que lia e escrevia também, as sobras dos papeis que catava para vender e matar a sua fome e de seus filhos. Com toda essa adversidade, ela consegue se tornar uma grande escritora, ainda que discriminada e invisibilizada no Brasil. Recomendo que leiam sua biografia e suas obras. Vão se emocionar e aprender com o seu exemplo de vida e luta.

 

Participe do projeto Divulga Escritor

https://www.facebook.com/DivulgaEscritor

 

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor