Bienal PE 2015 - Rodrigo Bezerra - Entrevistado

Bienal PE 2015 - Rodrigo Bezerra - Entrevistado

Por Shirley M. Cavalcante (SMC)

 

Nome: Rodrigo Bezerra      Cidade: Jaboatão dos Guararapes        País: Brasil

Quais livros estarão sendo autografados na BIENAL PE

“Onde o Sol Nasce Primeiro”

Tema do conteúdo que escreve

A religião como ferramenta de socialização é o principal tema abordado neste livro

 

Pequena Biografia

 

Rodrigo Bezerra é um escritor Pernambucano apaixonado pela família, bons livros e bons filmes. Graduado pela UFPE, trabalha como professor de História, Geografia, Filosofia e Sociologia da rede estadual de PE e municipal do Recife. Desde muito cedo descobriu a sua aptidão para as artes. Expressa-se através da Literatura, da Música e do Desenho. Além de Romances, escreve Contos e Poesias. “Onde o Sol Nasce Primeiro” é o seu livro de estreia.

 

 

Divulga Escritor - O que o motivou a participar da BIENAL PE?

Rodrigo Bezerra - A motivação veio a partir da possibilidade de fazer o lançamento do meu livro num espaço repleto de profissionais da área literária. Acredito que a bienal é uma ótima oportunidade do escritor interagir com outros escritores e outras editoras; é uma oportunidade única de aprender mais sobre o mundo profissional da literatura.

 

Divulga Escritor - Em que momento se sentiu preparado para publicar um livro?

Rodrigo Bezerra - Assim que eu terminei de escrever o meu primeiro romance, este que será lançado, senti-me preparado para publicá-lo. Eu sabia que tinha em mãos uma boa história e que ela deveria ganhar vida nas mentes dos leitores.

 

Divulga Escritor - O que mais o encanta na área literária?

Rodrigo Bezerra - O que mais me encanta é a liberdade de criar mundos e a possibilidade de explorar, de forma lúdica, temas delicados que envolvem a sociedade contemporânea. Gosto de livros que me arrancam da zona de conforto e me fazem dissolver os dogmas enraizados na minha essência. Na verdade, gosto da arte que me faz sentir vivo.

 

Divulga Escritor - Conte-nos um pouco sobre o livro “Onde o Sol Nasce Primeiro” que estarás autografando na Bienal

Rodrigo Bezerra - “Onde o Sol Nasce Primeiro” conta a história de um grupo de pessoas que vive num lugar da terra acreditando que são os remanescentes do apocalipse. Segundo a crença dessa gente, o grupo carrega a missão de repovoar o mundo que se destruiu pela ambição. São liderados por um membro que fala diretamente com Deus e repassa para os demais tudo o que dever ser feito para o cumprimento da missão divina. Os membros da comunidade vivem na tranquilidade das suas verdades até que uma estranha mulher é encontrada na praia... O resto está no livro (risos).

 

Divulga Escritor - Em que dia, local e horário você vai estar na Bienal PE?

Rodrigo Bezerra - O lançamento será no dia 11 de Outubro às 15 h no estande da Editora Deuses.

 

Divulga Escritor - Quais os seus principais objetivos como escritor?

Rodrigo Bezerra - Como escritor, pretendo me tornar um profissional respeitado. Para isso, tenho lido ininterruptamente os autores que me inspiram. Como escritor, pretendo, um dia, sobreviver exclusivamente dos frutos financeiros da minha escrita.

 

Divulga Escritor - Como você vê a Bienal Internacional do Livro de Pernambuco para o desenvolvimento literário pernambucano?

Rodrigo Bezerra - Sinceramente eu não enxergo ligação entre uma coisa e outra. Não acredito que uma feira que acontece bienalmente estimule o desenvolvimento literário de um estado carente em políticas “oficiais” que valorizem a arte de um modo geral. A “guerra” administrativa da última Bienal exibiu qual o real objetivo da feira para aqueles que a desenvolvem e lucram com o evento.

 

Divulga Escritor - Pois bem, estamos chegando ao fim da entrevista. Muito bom conhecer melhor sua trajetória literária. Agradecemos sua participação no projeto Divulga Escritor. Que mensagem você deixa para nossos leitores?

Rodrigo Bezerra - Eu sou professor e fico muito feliz quando eu vejo os meus jovens alunos concentrados na leitura de um livro; debatendo entre si a qualidade de certas histórias e de determinados escritores. Fico muito feliz em perceber que de forma, ainda, muito tímida, a leitura tem se tornado mais frequente no cotidiano da juventude.  Assim sendo, digo aos leitores desta entrevista que continuem leitores. A leitura é a única forma que temos de desenvolvimento independente, haja vista que podemos escolher o que (lemos) leremos e quando não encontramos nos livros aquilo que buscamos e acreditamos, só o leitor pode escrever o seu próprio livro. Obrigado!

 

 

Participe do projeto Divulga Escritor

https://www.facebook.com/DivulgaEscritor

 

 

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor