Caneta na mão versos no coração - por Francilangela Clarindo

Caneta na mão versos no coração - por Francilangela Clarindo

Caneta na mão, versos no coração

 

"Caneta na mão, versos no coração" reúne diversos poemas sobre temas variados de muitas fases de minha vida. Textos inocentes de minha infância e calorosos da juventude. Amor, saúde, política, religião e família se misturam neste livro e mostram como somos diferentes sendo a mesma pessoa.

 

Onde encontrar?

 

Free-eBooks, Amazon, Clube dos Autores

 

Poema 1

 

CANETA NA MÃO, VERSOS NO CORAÇÃO

 

O poeta vive do escrever.

Escreve o que vive,

Escreve o que observa,

Escreve o que imagina.

 

A tudo quer transformar em poema.

O início e o fim.

A alegria e a tristeza.

O amor e o ódio.

 

A dor e a felicidade.

A rima e a falta dela.

Sem rima, com rima,

Cem poemas determina.

 

O nascer e o morrer

Em seus versos presentes

Transforma o leitor

Cúmplices ausentes.

 

Relação de amor universal,

Seja qual língua for,

Poeta e poema,

Eterno amor.

Trabalho sem igual

Dedicação total

A caneta está na mão,

E os versos, no coração.

 

A caneta na mão do poeta

É ser que desenrola.

Os versos do coração,

arrola.

 

Os versos no coração do poeta

Descreve sua alma ímpar.

O que muito imagina

No papel aparece.

 

Versos e estrofes

Poesia e tema

Tudo junto e misturado

Para formar o poema.

 

Eu não sei o que dizer

Para você entender

Que a vida do poeta

O poema passa a ser.

 

E feliz a escrever,

Ele não deixa faltar,

Encanto e energia,

Para sua poesia mostrar.

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor