Cenário de Guerra - por Alves dos Santos

Cenário de Guerra - por Alves dos Santos

Cenário de Guerra

 

Mercenários de uma guerra

Que não sinto como minha

Tingirão ainda assim de vermelho sangue esta terra

Numa carnificina que se adivinha

 

Batalhões de jovens soldados

Sôfregos de acção

São estacionados em máxima prontidão

Ignorando que os seus curtos destinos estão já traçados

 

Por entre os clarões de um contínuo disparo

Vislumbram-se prostrados corpos destroçados

Que encontram no duro asfalto o seu último amparo

Triste fim desses homens precocemente condenados

 

Veteranos de outras pelejas

Aprenderam contudo há muito

Que a verdadeira mortualha

Se prolonga bem para lá do campo de batalha

 

 

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor