Clamor - por Antonio Montes

Clamor - por Antonio Montes

CLAMOR

O calor passou
O fogo apagou...
Acabou o amor.

Agora tudo é cinzas
Só resta carvão...
E o clamor dessa tal dor.

Aporta esta aberta
E a saudade em tudo pegou...
Com espera e hora incerta.

Vontades estão ao ventos
A paixão agora chora...
E a indecisão navega em silencio.

A esperança esta na chuva
A questão então me turva...
Na incerteza sobre o tempo.

As paredes estão caladas
Coração se enche de lagrimas...
Banhando meus sentimentos.

Antonio Montes 16/04/15

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor