Código Próprio - por Maria de Fátima Soares

Código Próprio - por Maria de Fátima Soares

CÓDIGO PRÓPRIO

 

O tempo não minora o sentimento, não macula a vontade. A febre de ti! Não desenraíza a sede dos abraços e a saciedade de cada beijo. O elevado grau de comprometimento e a fidelidade subsequente. Eternamente, presente.

Não ferem, a pele as temperaturas que sobem do morno para o quente. Provocando cada vez mais a lisura da seda, o vício de tocar…   

Não se desfaz a verdade das promessas, nem a languidez do sussurro. Subsistes água da minha semente! Terra boa que deu fruto. A colheita, um prazer absoluto. Fazes-te pão da minha fome. Gesto que de tão sensual, me consome e abre como flor em botão.

És! O dono da propriedade que sou, com propriedade! O senhor a quem me baixo, sem que sinta qualquer ponta de humilhação. A tua mão na minha! Os teus olhos em busca dos meus….

As bocas numa só língua entrelaçada. Os corpos em madrugada adiantada, ainda alvoroço de contentamento, repletos… e sem sono! Cansaço, fronteiras, ou barreiras… porque o tempo? Não existe! E a vergonha não nos habita, quando a tua fome a minha fartura, requisita!

Não. Não se minora o sentimento. Não macula a vontade. Momento breve, que faça mais longínquo, o “acontecimento”…

És a carne, que a minha pede! A veste, que lhe fica bem. O orgulho, a que o meu cede. És a água da minha sede! O pão, onde me sustento… na minha vida, a longevidade.

E toda ela se disso se for capaz, vivemo-la, num só momento. Para encetar a seguir novo destino a descobrir!

És-me o gemido e o prazer. O grito e a dor, da vontade de te ter, sem hora marcada. Local propício.

És-me a invenção e o ardil, a gargalhada subtil, quando o juízo se evade e ficamos tão loucos que me envaideço! Intrépidos e ávidos do corpo um do outro. Eu sou sela tu potro, não… alazão. O gozo! A paixão!

A saciedade, na mão quando não nos importa, mais que tactear-nos! A dois preenchermos… na ponta ou laço, dos dedos! Quando sem uma palavra se cruzar, sabemos bem explorar, um do outro, os segredos. Prolongadamente e… sem medos!

 

Maria de Fátima Soares

 

 

 

 

 

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor