Construção - por José Sepúlveda

Construção - por José Sepúlveda

 

Construção 

 

Pega na pá, cimento, junta areia

E mexe, vai mexendo lentamente;

Mistura-lhe água, agita e a pá se enleia 

Ao ver a massa solta e consistente.

 

O alicerce faz com a argamassa,

E com cascalho e pedra. E se desdobra,

Tijolo após tijolo. O tempo passa 

E eis que de repente nasce a obra.

 

Coluna, viga, placa, piso, telha

E em tudo a sua obra se assemelha

Ao grito do poeta que algum dia

 

Pegou papel e tinta e letra a letra

Fez renascer na ponta da caneta

O verbo, a cor, o verso, a poesia!

 

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor