Das delicadezas - por Eliane Reis

Das delicadezas - por Eliane Reis

Das delicadezas

 

Da janela do meu quarto
Vejo a lua que brinca entre nuvens
E que aos poucos se descobre
E cobre meu leito.

 

Uma claridade tímida
Acaricia minha pele
Tal como a brisa leve
E o cheiro inebriante das damas da noite. 
 

Vejo entrar pela janela
Pequenas fagulhas brilhantes
Talvez sejam sonhos
Alucinógenos e calmantes.

 

Tão leve e tão poética
É a delicadeza da noite
Que nos seus mistérios profundos
Embala minha alma calma e fatigada.

 

12

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor