Desabafo - por Adriana Freitas

Desabafo  - por Adriana Freitas

DESABAFO


Não vou mentir dizendo que não sinto medo.
Não é falta de fé.
É só o desconhecido que se apresenta a porta.
Ocultando as faces. 
Não mostrando o rosto.
Então eu sinto medo.
Sento de lado e choro.
Não é falta de coragem.
Ela está comigo.
Mas me permito chorar.
Sou humana.
Com falhas. 
E às vezes só preciso desabafar. 
Encontrar um colo.
Um ombro e chorar.
Até soluçar. 
Até achar graça.
Até juntar as mãos, ajoelhar e rezar.

 

 

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

        

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor