Dom Pedro, o Quinto - por José Sepúlveda

Dom Pedro, o Quinto - por José Sepúlveda

Dom Pedro, o Quinto

 

Souberas, Pedro, os sonhos que aqui trazes

À tua casa humilde, pobrezinha,

Até nesses momentos mais fugazes 

Com gases a afligir-te a barriguinha!

 

Como essas flores brancas e lilases

Que olhamos p'la janela da cozinha,

Teus olhos e o seu brilho são capazes

De transformar em cor a dor mesquinha...

 

Dom Pedro, o Quinto, meu netinho de ouro,

Tu és pra todos nós como um tesouro 

Que a natureza pródiga nos deu.

 

Vivamos esta peregrinação 

Na mais perfeita paz e comunhão,

No caminhar sereno para o céu!

 
 
 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor