E que venham novas e belas histórias - por Isi Golfetto

E que venham novas e belas histórias - por Isi Golfetto

Imagine uma nova história para sua vida e acredite nela. Paulo Coelho

 

E que venham novas e belas histórias!!!

Por Isi Golfetto

 

Lembra-se de um exercício que os professores costumavam aplicar em sala de aula... talvez no terceiro ou quarto ano da escola... tínhamos o quê... uns 8 ou 9 anos... ou um pouco mais.

Era mais ou menos assim... a professora pendurava uma gravura em frente a turma e escrevia na lousa: Descrição à vista de uma gravura. E falava com a maior naturalidade... mínimo de 20 linhas pessoal... e estipulava um tempo para fazermos o exercício.

A turma se entreolhava e de repente todo mundo começava a escrever e a apagar... a escrever... e a apagar... Alguns de tanto que apagavam suas tentativas de dizer alguma coisa... faziam até um furo no papel...

Lembro-me bem... às vezes dava um “branco”... como a própria folha... não saia nada do pensamento que fizesse sentido...  era como se a gente ficasse paralisada... e o tempo passando. A única que trabalhava a todo vapor era a borracha... coitada... e o tempo indo embora... e a criatividade... bem... essa se distanciando cada vez mais do tempo que também voava...

Finalmente a tão temida hora chegava... e aquela frase que ninguém jamais queria ouvir... lápis na carteira... em outras palavras... fez o exercício, melhor para você... não conseguiu terminar... só restava torcer, rezar e se esconder atrás do coleguinha para a professora não ver a gente e chamar para ler “aquilo”... em pé... e em frente a turma...

Mas... que radar !!!  Era exatamente quem “achava” que estava “escondido” que ela chamava... Às vezes, para não ser “o escolhido” a gente mudava a “estratégia”... pelo menos eu... tentava ficar olhando assim... como quem não quer nada... meio distraída e querendo insinuar... se quiser pode me chamar... Bingo !!! Não tinha escapatória...

“Estratégias geniais” à parte... o que me chamava a atenção era que cada coleguinha ao ler a sua redação descrevia detalhes particulares do mesmo cenário. Alguns comentavam mais das cores, outros enfatizavam os objetos ou pessoas...  

Fazendo uma analogia com aquela atividade tão simples de anos atrás... podemos dizer que continuamos descrevendo um cenário diante de nós a cada dia. Esse nosso cenário atual é composto por nossa vida pessoal, familiar, profissional, afetiva... a “nossa história”.

Não sei de você, mas tem dias que me dá “aquele branco" e nem sei por onde começar de tantas atividades e compromissos agendados... em outros dias gostaria que houvesse uma borracha para apagar algo que fiz impensadamente ou precipitadamente... outros dias daria tudo para poder me esconder, não ser vista por ninguém, ficar quietinha no meu canto por uma razão ou outra... 

Mas, fato é que dias ruins também estão no “script”. O que não podemos é deixar que um capítulo ruim defina o resto da nossa história. O melhor a fazer é esquecer os momentos ruins e tornar inesquecíveis os momentos bons. Se não aproveitarmos as chances que a vida nos dá a cada dia vamos perder 100% delas... 

Por isso... coloque paixão em cada capítulo que escrever. Viva sua vida com aventura... felicidade... amor... Cada um de nós já foi protagonista ou participou de uma aventura... de momentos de felicidade... teve ou tem um grande amor. Preencha sua vida com momentos positivos e não permita que nada nem ninguém se atreva a escrever uma linha da sua história.

Faça da sua vida um best-seller !!!

Agradeço a sua visita ao Bate-papo com Estilo, o seu tempo investido na leitura dos textos e o seu apoio !

Aguardo você para o nosso próximo encontro... e que venha repleto de belos contos de aventuras, felicidade e amor !

Um grande abraço.

Isi

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor