Em uma Estalagem - por Tito Laraya

Em uma Estalagem - por Tito Laraya

Imagem do Google

EM UMA ESTALAGEM

 

        Passei mais uma noite a pensar, e lembrei-me dos dois livros mais lidos do mundo: A Bíblia e D. Quixote de La Mancha.

        O que eles têm de parecido?

        Muito!

        Tanto os escritores de um como o de outro foram perseguidos no seu tempo! A Bíblia conta a história de um povo cuja maior importância foi ter chegado a uma conclusão de Deus, e D. Quixote de um erudito que se traveste de cavaleiro para lutar contra a injustiça e a ignorância, troca os valores materiais pelos espirituais.

        A importância dos judeus passa a ser a conclusão de um Deus único de valores espirituais, sem estar corrompido com as fraquezas da humanidade.

        Os dois imbuem de um ideal, tanto D. Quixote era idealista é foi chamado de louco, como Jesus que foi até crucificado.     

        Foi em um lugar simples, em uma estalagem entre animais, que Jesus nasceu e D. Quixote foram sagrados cavaleiros, os dois sem pompa.

        No que diferem: enquanto a Bíblia é uma história real, D. Quixote é fruto da real imaginação de um homem.

        Muitas leituras há sobre a Bíblia, e daí surgiu religiões; adaptações de D. Quixote são inúmeras, talvez pouco o lesse no original.

        A conclusão de tudo é que se têm sonhos grandes, serás grande, e o maior sonho é ser comum. Talvez ultrapasse o tamanho dos comuns mesmo falando deles, e suas leituras serão várias, e talvez por isso sejas imortal.

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor