Entre Quatro Paredes - Capítulo 4 - por Francilangela Clarindo

Entre Quatro Paredes - Capítulo 4 - por Francilangela Clarindo
Entre Quatro Paredes - Francilangela Clarindo
 
CAPÍTULO 4
 
O ACIDENTE
 
No dia 22 de abril de 1995 peguei o ônibus Papicu Centro Expresso sentido Papicu Centro. O ônibus passou em alta velocidade numa oscilação na pista e eu caí.
 
Caí e estraguei minha vida. Caí e fraturei a coluna. Caí e fiquei impossibilitada de realizar movimentos. Caí e muitos dos meus sonhos não mais se realizariam. Caí.
 
Naquele momento eu não sabia o que ocorrera, mas senti uma onda das minhas costas à ponta dos meus pés e depois, nada. Não sentia minhas pernas, não conseguia me mover.
 
Gritei! Um grito leve, baixo, rouco.
 
Ninguém ouviu. Não sou dada a gritos graves, altos, escandalosos.
 
Gritei novamente. Alguém lá da frente ouviu e comentou: - Tem alguém gritando lá atrás.
 
Então o motorista parou o ônibus, desceu e foi ao meu encontro lá atrás.
 
As pessoas pegaram-me, colocaram-me lá na frente. Segurando-me, duas pessoas foram junto comigo até o Hospital Cura D’ars. Lá chegando não havia atendimento traumatológico. Então uma assistente social ficou comigo até que eu conseguisse ir para o IJF. Isto porque a ambulância não vinha me pegar de um hospital para outro.
 
Como eu trabalhava na ETTUSA, falei com meu chefe e pedi que conseguisse uma ambulância. Tudo certo!
 
A ambulância chegou, colocaram-me um imobilizador de coluna e fomos eu e um dos passageiros do ônibus ao IJF.
 
Lá chegando o médico pediu uns exames e constatou fratura na coluna lombar.
 
Fiquei vinte dias internada.
 
Cinco meses sem andar de jeito nenhum.
 
Dois meses andando com a fisioterapeuta.
 
Até um ano do acidente andando com duas muletas.
 
Até dois anos do acidente andando com uma bengala canadense.
 
Os outros doze anos foram cheios de quedas, dores lombares, torsões, comprometimento dos joelhos, complicações e sequelas advindas daquele momento fatídico.
 
Até hoje luto em virtude daquela queda. Tudo porque tive uma lesão medular.
 
Mesmo assim só tenho a agradecer a Deus por estar junto comigo.
 
 
 
Sinopse: A principal finalidade deste livro, a que pensei há mais de quinze anos, quando não movia minhas pernas e nem sabia se as poderia mover novamente é dizer para você que não anda, que está preso entre as quatro paredes do seu quarto, que está preso a uma cadeira de rodas, que sofreu um acidente onde esta possibilidade existe: A vida vale a pena. 
À venda:
 
Editora Multifoco

http://www.editoramultifoco.com.br/literatura-loja-detalhe.php?idLivro=812&idProduto=837
 
Livraria da Travessa

http://www.travessa.com.br/ENTRE_QUATRO_PAREDES/artigo/6f14994a-505d-4c3b-a6ca-c3253e182e5d
 
Livraria Cultura

http://www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?nitem=29881504&termo=francilangela
 
Amazon

http://www.amazon.com.br/Entre-quatro-paredes-Francilangela-Clarindo-ebook/dp/B00JGYD1MA/ref=sr_1_7?ie=UTF8&qid=1406496272&sr=8-7&keywords=francilangela

 
 
 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor