Vera Margutti

Vera Margutti

Por Shirley M. Cavalcante (SMC)

Vera Lucia Fávero Margutti é capixaba, reside em Maringá-PR desde 1989. Psicopedagoga, escritora e poeta. Graduada em Letras. Pós Graduação em Psicopedagogia. Participa em muitas Antologias pela Câmara Brasileira de Jovens Escritores (CBJE). É membro da Associação Internacional de Escritores e Artistas Literarte. Premiada com o PRÊMIO LITERÁRIO DE CULTURA 2012 pela LITERARTE. Vencedora do Concurso Cultural Literarte 2012 na categoria infantil com o livro "Tuga, a tartaruguinha Hiperativa". Integrante da REBRA (Rede de Escritoras Brasileiras) com participação na Antologia "Literatura das Mulheres da Floresta". Autora solo do livro de poesias "Flores do Coração" publicado pela Scortecci Editora. Acadêmica da ANLPPB (Academia Nacional de Letras do Portal do Poeta Brasileiro).

“Tenho fé em Deus, nas potencialidades humanas. Sou amante da natureza, das artes e literatura. Escrever é meu grande hobbie. Outro é colecionar orquídeas.”

Boa Leitura!

 

SMC - Escritora Vera Margutti, para nós é um prazer ter você conosco no projeto Divulga Escritor, conte-nos em que momento pensou em publicar seu primeiro livro?

Vera Margutti - Meu primeiro livro de poesias, foi um sonho antigo, que em 2012 realizou-se. Vinha colecionando meus poemas desde a juventude. Escrevia, perdia. Outros novos sempre surgiam... No passado andei publicando algumas poesias e crônicas  em jornaizinhos de escola e de igrejas. Em minhas aulas de Português, sempre trabalhava muito os gêneros literários, especialmente a Poesia,  estimulando meus alunos ao gosto poético, e ali em sala de aula, tinha a oportunidade e o prazer de divulgar o que escrevia também. Quando conheci a internet, tudo ficou mais fácil. Logo fiz um blog, onde divulgava minhas poesias, Crônicas e contos. Comecei a divulgar em outros sites também, como no Recanto das Letras, Luso Poemas e na Câmara Brasileira de Jovens Escritores (CBJE)  e foi a partir daí que me motivei a publicar meu primeiro livro impresso: “Flores do Coração”; desejosa de ver minhas poesias florescerem e perfumar outros jardins.  Destinei toda a renda da primeira edição à Pastoral da Pessoa Idosa da Arquidiocese de Maringá.

 

SMC - Que temas você aborda em seu livro de Poesias “Flores do Coração”?

Vera Margutti - São muitos temas. Fui escrevendo conforme a vida foi me inspirando. E quando selecionei os poemas para compor o livro, ordenei-os por data, como querendo por ali, resgatar a linha do tempo.  O poeta Daufen Bach, que me honrou escrevendo o prefácio deste meu livro, disse:

 

Em cada página, verso ou poema, uma nova definição, uma nova semente germinada num tempo específico, mas, especialmente, intrincada em toda história vivida, essencial para o entendimento de uma vida de pétalas, espinhos e perfumes.Flores do Coração” pode ser entendido, como a lírica de uma vida, e como tal, não possui a intenção de narrar ao leitor uma história e sim falar diretamente, representando os sentimentos de uma maneira quase tátil. A melodia dos versos não está nas rimas, aliás, rimas nessas “Flores”, são dispensáveis, pois a intensidade do perfume e do aroma sobrepõe-se a qualquer regra ou norma estética.

 

SMC - Em quanto tempo você escreveu seu livro de Literatura Infanto-Juvenil “Tuga, a tartaruguinha hiperativa”? O que a motivou a escrever para o público infantil?

Vera Margutti - Escrevi em cinco meses, para participar de um  concurso:  De agosto a Dezembro. Assim que retornei de minhas férias nos USA, em agosto de 2011,  comecei escrever inspirada em um casal de tartarugas de pelúcias (vestidos de noivos)  que comprei para presentear meu filho e nora, que na época estavam de casamento marcado. A princípio escrevi o conto: “O casamento de Tuga e Jabu” que foi publicado pela CBJE. Depois fiquei sabendo do Concurso Cultural Literário 2012 da Literarte, que premiou com a edição de livros os vencedores em vários gêneros literários. Decidi então, participar do concurso na categoria infanto-juvenil, e foi ai que surgiu a ideia do livro com a personagem da tartaruguinha. Assim nasceu: TUGA, A TARTARUGUINHA HIPERATIVA. 

Em maio 2012 tive a felicidade, em saber que meu livro foi o vencedor na categoria infantil, no concurso. Em 11-10-2012 foi lançado na Feira Infantil de Cabo Frio – RJ. E este ano de 2013, publiquei a segunda edição, que foi totalmente revista, com a capa mais atraente e o conteúdo bem mais instigante.

Sempre gostei muito de literatura infantil e juvenil, trabalhei muito com crianças e adolescentes, tanto em escolas como psicopedagoga, quanto em igrejas como catequista. Sou uma contadora de estórias. E especialmente, agora, nesta nova fase, no papel de avó, penso que isso está mais aflorado que nunca.

 

SMC - Escritora Vera, em que momento você se sente mais inspirada para escrever?

Vera Margutti - Geralmente a inspiração acontece pela manhã, após uma noite bem dormida. Sou matutina.

Poesias surgem naturalmente, inspiradas sempre pela vida, pela natureza... Sou uma apaixonada pela vida, pela natureza.  Fatos cotidianos, belas imagens da natureza, flores, crianças... A arte em geral, são grandes inspiradores de meus versos.

Outros gêneros como: Contos, Crônicas, escrever para adolescentes e crianças exigem um pouco mais, além da inspiração.

 

SMC – Escritora Vera Margurri onde podemos comprar seus livros?

Vera Margutti - Meus livros estão à venda no meu site pessoal www.veramargutti.com, bem como, nos catálogos virtuais das livrarias Asabeça, Cultura, Martins Fontes e ainda no site de vendas da Literarte.

 

SMC - Quais seus próximos projetos literários? Você pensa em publicar um novo livro?

Vera Margutti - Ultimamente venho escrevendo para participações em concursos. Estou na expectativa de alguns resultados.  Tenho um livro infantil e outro de poesia,  que enviei para concursos e pretendo publicá-los de qualquer modo, se não forem escolhidos em concurso. Senão impresso, ao menos em eBooks. Venho também pensando em uma trilogia para a personagem Tuga, a tartaruguinha Hiperativa.

 

SMC - Que dificuldades você encontra para a publicação de livros?  O que você acredita que deve ser feito para amenizar estas dificuldades?

Vera Margutti - As dificuldades para publicação impressa são muitas, para os escritores iniciantes:  Vejo que o mercado editorial tem, ainda,  certo “preconceito” com autores em começo de carreira, especialmente com o gênero literário, poesias. Originais de poesias são ignorados por muitas editoras. Falo por experiência própria. Quando resolvi publicar meu livro Flores do coração, enviei os originais para algumas editoras e nunca recebi sequer,  a confirmação de recebimento. Alguns amigos escritores, já haviam me alertado, sobre isso. Decidi, portanto,  publicar com meus próprios recursos, independente. Os altos custos de preparação e impressão também representam um grande desafio. Literatura infantil por ex.  tem custos bem mais altos, devido ao trabalho do ilustrador  e demais profissionais,  envolvidos na produção.  Penso que o respeito ao escritor, um bom programa de incentivo do governo e a perseverança do escritor, acreditando em seu trabalho,  amenizaria parte destas dificuldades.

 

SMC - Conte-nos quem é a escritora Vera Margutti? Quais seus principais hobbies?

Vera Margutti - Sou sensível, apaixonada pela vida e me adequando a ela a cada dia. Com meus 53 “invernos” estou tentando aposentar a ansiedade, buscando a serenidade e a introspecção.

Tenho enorme desejo de transformar, modificar tudo que vejo e percebo de errado, lutar pela justiça, pela moral e bons costumes. Sou uma pessoa aberta para reformular meus conceitos, me reciclar, receber críticas, aprender mais, melhorar como pessoa humana.

Busco ser humilde, reconhecendo minhas fragilidades e limitações. Não me escondo, exponho-me sem medos, sem reservas, transparente e presente. Exigente, só comigo mesma, penso que quanto mais exigente com os outros, mais deficiente somos.
Tenho fé em Deus, nas potencialidades humanas. Sou amante da natureza, das artes e literatura. Escrever é meu grande hobbie. Outro é colecionar orquídeas.

 

SMC - Escritora Vera, hoje você participa da REBRA - Rede de Escritoras Brasileiras, conte-nos qual das atividades desenvolvida pela REBRA que você mais gosta de participar?

Vera Margutti - A Rede de Escritoras Brasileiras REBRA divulga muito suas associadas na internet, tanto em sua home-page, quanto nas redes sociais  e por e-mails. Temos diariamente informações literárias sobre concursos, feiras, premiações... Tem ainda as organizações de antologias, em que somos convidados a participar. Considero essas atividades muito importantes para que o escritor tenha a oportunidade de mostrar seu trabalho. Sou nova ainda na casa, participei somente da Antologia: “Mulheres da floresta”, até o momento, mas gostei muito da organização e qualidade da obra.

 

SMC - Pois bem, estamos chegando ao fim da entrevista, agradecemos sua participação no projeto Divulga Escritor, muito bom conhecer melhor a Escritora Vera Margutti, que mensagem você deixa para nossos leitores?

Vera Margutti - A literatura prepara o futuro jovem leitor, que vai sendo estimulado a encontrar respostas por ele mesmo, fazendo sua própria leitura de mundo, compreendendo a realidade social, intervindo e transformando a sociedade.

Deixo esses versos em forma de prece:

 

UMA PRECE POÉTICA

Que a  poesia ecoe

levada pela água

da correnteza forte

que lava todo o bolor.

Que siga ininterrupta

cantando

uma vibrante melodia!

Que sangre

com as dores e mortes

e gotejem Deus em cada sílaba!

Que as palavras

Sorriem humor e alegria

proporcionando leveza à vida!

 

Participe do projeto Divulga Escritor

https://www.facebook.com/DivulgaEscritor

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor