Estrada de ferro - por Anchieta Antunes

Estrada de ferro - por Anchieta Antunes

ESTRADA   DE   FERRO   -  poema Anchieta.  

 

De ferro batido

no leito dos anos

dormentes dormidos,

unindo distancias

fazendo alarido

Estrada que leva,

pra longe da gente

lembranças mordazes

que junta e separa

saudades sofridas

de amores fugazes

 

Estrada de ferro

cruzando fronteiras

ligando nações

com sonhos de paz,

luzindo paisagens

de picos nevados.

de grutas escuras

de sonhos alados.

 

Nos trilhos deitados

fulgindo no lombo

as folhas dos tempos.

Brilhantes lampejos

ardentes e frágeis

guardando esperanças

de brilho candente.

 

Estrada de ferro

que vem e que vai

afronta barreiras,

canduras e dores

loucuras, amores

o fim  e o começo.

de velhas historias

de honra, de gloria.

 

Caminhos dos campos

das pontes, das águas

a estrada viaja,

sibila, claudica

outros espirais ...

do ontem e hoje,

as voltas da vida

que leva e trás.

 

 

ALAOMPE

Anchieta Antunes- Copyright

Gravatá – 30/08/2014,

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor