Falando Sério - por Silva Neto

Falando Sério - por Silva Neto

Falando Sério! – Por Silva Neto

www.silvaneto e silva.com.br

 

“Este não é um país sério”

Dessa famosa frase do General De Gaulle definindo o Brasil em 1962, ninguém se lembra. Mesmo porque após 53 anos só existia adulta, naquele momento, essa velharia de políticos que não morrem nem que vaca tussa. Esses são como aqueles livros velhos de capa dura, chamados de  Vadi Mecun Jurídico, de formato pequeno, grosso e ruim de levar, assim como dizem os estudantes de Direito ao transportarem esses tomos espessos e mal cheirosos à sala de aula.

A frase “Não dá para falar sério neste país” é a que conhecemos atualmente, o que na prática é uma realidade em nossos dias. Talvez seja isso a desculpa de D. Dilma ao mentir tanto, segundo a oposição. Eu diria mais, não dá para escrever sobre coisas sérias neste país.

Não faz um mês, li algo parecido sobre escrita séria, texto sério ou coisa que o valha.  Achei tão interessante e ao mesmo tempo ridículo que tentei escrever o tal  “texto sério”.  Escolhi a madrugada para fazê-lo, para melhor concentração. O que consegui foi escrever de maneira sisuda, sonolenta, abrindo a boca a cada minuto, morrendo de sono. Ao final, rasguei o texto,  joguei-o no lixo e fui dormir. As palavras certas não me chegavam apesar do horário em que a grande maioria dorme carros não circulam, barulho nenhum existe.  O tema teria que versar sobre algo não corriqueiro. Seria um tema religioso? Científico? Histórico? Da atualidade não seria, com efeito, pois, atualmente nada é sério.  Do Brasil, pior ainda. Onde buscar um tema sério para escrever? Se for escrever um romance, haja amor para se desvendar. Se for sobre  poesia,  haja Lua, tardes mornas, noites chuvosas, dias ensolarados, mulheres sensuais, desejos e anseios frustrados, paixões avassaladoras, repetitividade em cima de repetitividade. Se o gênero é ficção, haja mentiras! Se for sobre política é mentira pra se matar de chapéu, como se diz aqui no Nordeste. É, realmente, muito difícil escolher um tema sério para escrever.

Em geral nós escritores escrevemos o que sentimos no momento. Esse sentir é sempre o mesmo, ultimamente. Sentimos raiva dos políticos corruptos, sentimos nosso dinheiro sumir no ralo, sentimos nossos débitos crescerem, nossas contas bancárias minguarem, apertos e mais apertos do governo. Escrever sobre o quê, seriamente?

É por isso que mergulho no passado, conto minhas historias do tempo em que galinha ressuscitava e sapo voava.  Mas tenho que escrever sobre alguma coisa séria! Tenho que mudar o repertório! Hei de encontrar aquele tema sério para escrever!

Por favor, leitor, ajude-me! 

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor