Fugitivo sem Alma - por Daniela Gebelucha

Fugitivo sem Alma - por Daniela Gebelucha

FUGITIVO SEM ALMA!

 

Encontrar-te assim sem motivo,

Sonho lindo em minha vida, marcas do desatino!

Seu olhar devassador roubou meu sossego,

Meus dias não foram mais os mesmos:

Solidão e desapego!

A tranquilidade costumeira,

Tornou-se derradeira!

Abriu os botões da minha alma

E arrancou meu coração,

Hoje vivo a sofrer

Nessa tamanha desilusão!

Despiu-me à luz do dia,

Sentimento intenso, companhia,

Desejo insano, melodia!

O sabor do seu beijo,

Era alegria!

Desejo-te!

Mais do que naquele dia,

Embora já não porto meu coração,

O roubaste, ao toque de sua mão;

Não o sinto, vago na escuridão!

Quem é você? Que assim me abandona?

Fugitivo sem alma!

Rouba minha calma e me aprisiona,

Não confisco a razão:

Não entendo você!

Por que roubou meu coração?

 
publicado em 03/05/2014

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor