Giovane Santos - Entrevistado

Giovane Santos - Entrevistado

Por Shirley M. Cavalcante (SMC)

 

Giovane da Silva Santos é mestre em Ciências da Literatura pela UFRJ. Romancista, roteirista e contista, leciona Literatura há 18 anos na rede estadual do Rio de Janeiro. Tem artigos na revista on-line Garrafas e cursou a Oficina de Roteiro para TV do roteirista Luiz Carlos Maciel nos anos 90. Escreveu matérias jornalísticas sobre comportamento e cultura na Folha Universitária da Universidade Castelo Branco. Possui cinco romances, ainda não publicados: Papo de Amigo, No rastro das estrelas, Os cinco sentidos do amor, Labo B, Clarear e duas obras publicadas: o romance “Sua vida pode ser um musical”, lançado na XVII Bienal Internacional do Livro no Rio e o livro de contos “Em que esquina se esconde essa tal felicidade?” pela editora Multifoco. Administra o blog Oceano de Histórias.

 

“Temas como regressão de memória, sensitividade e as novas chances que nos damos, a partir da auto superação que a dança proporciona, se entrelaçam numa narrativa veloz como a coreografia de uma peça musical.”

 

Boa Leitura!

 

Escritor Giovane Santos é um prazer contarmos com a sua participação no projeto Divulga Escritor, conte-nos em que momento pensou em escrever “Sua vida pode ser um Musical”?

Giovane Santos - Cada um de nós tem uma trilha sonora, um ritmo próprio de caminhar no mundo. Alguns se reduzem a uma existência puramente orgânica, onde nada mais resta que satisfazer necessidades instintivas. Outros almejam fazer a diferença para diminuir o cinza acentuado com que pintamos a história humana.  “Sua vida pode ser um Musical” desenhou-se a partir do desejo de contar como as pessoas mais díspares, loucas e opostas possíveis podem revitalizar suas existências e daqueles a sua volta com a magia de seus pés alados. Daí surgiu a história de Caíque Monteiro, a celebridade dos musicais, que se escondeu no anonimato do funcionalismo público e num golpe do destino se vê intimado a transformar a vida de desconhecidos num musical.

 

Quais os principais temas abordados nesta obra?

Giovane Santos - “Sua vida pode ser um musical” é uma comédia romântica. Com uma abordagem bem-humorada, trata do questionamento de qual é nosso papel num mundo veloz e fragmentado, onde podemos sempre nos doar mais do que pensamos. Uma aposta entre uma sexagenária bailarina cadeirante e Caíque, seu sobrinho desistente da ribalta, detona todas as loucuras possíveis para nosso protagonista provar que ainda tem ‘pés frenéticos’. Só que para isto ele precisa descobrir a origem de seu trauma com os palcos em vidas passadas. Temas como regressão de memória, sensitividade e as novas chances que nos damos, a partir da auto superação que a dança proporciona, se entrelaçam numa narrativa veloz como a coreografia de uma peça musical.

 

O que mais o encanta no livro “Sua vida pode ser um musical”?

Giovane Santos - A leveza no tratamento de temas que facilmente poderiam descambar para um drama meloso. Todas as personagens apresentam uma complexidade de dramas que poderiam apontar como solução a tragédia piegas. Porém construí-los com uma dose extra de humor torna suas trajetórias e desafios mais encantadores. Um bombeiro prestes a ser abandonado pela esposa, um ogro ambulante carente de cavalheirismo, uma faxineira que sonha brilhar nas danceterias, uma maratonista judeu embromador, quatro jovens professores idealistas engajados em um projeto social e um aposentado ator de musicais cutucado em seus brios. Essa mistura explosiva é palco de conflitos e soluções inusitadas.

 

Quais os principais desafios para escrita desta obra literária? De que forma estes desafios foram superados?

Giovane Santos - Conhecer mais sobre o universo dos musicais nacionais e hollywoodianos do qual só sabia superficialmente. Pesquisar os temas que fogem de nossa zona de conforto é imprescindível para dar veracidade a escrita. A terminologia dos passos da dança, por exemplo, era fundamental para pensar com a cabeça de um dançarino. Assistir aos filmes musicais mais populares para citar com precisão o delírio que o protagonista vivencia em determinado momento do enredo. Compreender o desenho de uma família judaica ortodoxa mesmo que esse tema não seja aprofundado. Mergulhar na história dos movimentos culturais que perpassam um século de existência do clã do protagonista da narrativa, assim como os principais fatos históricos para sua viagem no tempo para as décadas de 20 e 60 do século XX. Somente esmiuçando esses tópicos, podemos dar o colorido necessário ao esqueleto de uma trama.

 

Escritor Giovane Santos, nos conte, como sua vida pode ser um musical?

Giovane Santos - Fazer da vida um musical é optar por não se acomodar aquele sofázinho ensebado em que nosso corpo se amolda te tanto frequentar. É sair da zona de conforto e entre o derrotismo fácil e o mergulho em nosso lado solar, escolher a segunda opção. Na atual crise de valores em que vivemos, cercado pela lama de desastres políticos e sociais, muitos dirão que isto é uma quimera. Lógico que não sairemos sapateando pelas ruas alagadas pelo descaso governamental durante as chuvas de verão, muito menos dançaremos sobre os táxis e carros de passeio como os hippies de Miloš Forman em Hair. Poderíamos ser confundidos com black blocs nos dias atuais.  Mas acreditar que podemos ser o diferencial em nossas áreas de atuação é uma forma de bailar com a vida também.

 

Onde podemos comprar o seu livro?

Giovane Santos - http://www.perse.com.br/novoprojetoperse/

Livraria Maju no Parque Shopping Sulacap, zona oeste do Rio de Janeiro

Blog http://oceanodehistorias.com/

 

Quais os seus principais objetivos como escritor?

Giovane Santos - Falar do lado solar da existência humana, das novas chances que nos damos mesmo imersos num mundo às vezes cinzento e dromológico. Tratar das nossas pequenas e grandes neuras modernas e também dos mistérios milenares que nos movem em nossas caminhadas: vida/morte, dimensões paralelas, vidas passadas, poderes mediúnicos. Filosofar e prosear sobre nosso estar no mundo. Tudo, porém, com o abordagem do humor que retira nossas máscaras e nos desnuda diante do mundo como um espelho, que assusta, mas nos permite o passo adiante.

 

Como vê o mercado literário Nacional?

Giovane Santos - O mercado literário, ao mesmo tempo que aposta em novos talentos, tateia com prudência para abarcar os diversos nichos de públicos-leitores da atualidade, acostumados a uma perspectiva de vida veloz, dromológica, onde as temáticas ventiladas pela estética do cinema e da tevê norteiam o interesse de leitura. Muitas editoras só apostam em autores indicados por agentes literários, com algum nome de peso relativo. Outras abrem propostas alternativas de divulgação de jovens autores. Contudo como o próprio nome diz é um mercado e o lucro fácil pesa, muitas vezes, mais do que a qualidade de uma obra. Um exemplo são as Bienais do Livro. Um equilíbrio entre a demanda financeira e a qualidade literária seria o ideal.

 

Pois bem, estamos chegando ao fim da entrevista. Muito bom conhecer melhor “Sua vida pode ser um musical” do autor Giovane Santos. Agradecemos sua participação no projeto Divulga Escritor. Que mensagem você deixa para nossos leitores?

Giovane Santos - As pessoas são como frascos musicais de estilos variados. Dependendo da frequência podem vibrar em harmonia conosco ou provocar um ruído ensurdecedor. É como se cada indivíduo tivesse uma trilha sonora interna, que regesse seu comportamento, seu jeito de ser e estar no mundo. Suingada como um reggae nos mais descolados, tempestivas nos de compasso heavy metal, delicadas naqueles de natureza clássica, quase valsas personificadas. O importante é que nossos ruídos internos não desafinem o grande concerto do mundo.

 

 

Contatos com o autor

Email: giovanessantos@ig.com.br

Blog http://oceanodehistorias.com/

https://www.facebook.com/giovane.santos.16718

 

Clique na imagem para conhecer proposta

 

 

 

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor