Hoje - por Adriana Freitas

Hoje - por Adriana Freitas

HOJE

 

Hoje eu não quero ser a mesma que reclama ou espera uma mudança no tempo. Hoje eu quero ser aquela que apenas senta na areia da praia, admira os movimentos do mar, aprecia a brisa, curte o cheiro da maresia, sem se importar com cabelo assanhado, pele pegajosa. Hoje eu quero ser apenas aquela que se senta na areia para curtir o vento refrescando a pele, eriçando os pelos, pacificando o coração. Hoje eu quero apenas apreciar a vista. Observar o movimento das ondas, as pessoas que passam. As crianças que brincam. Hoje o dia é para brindar a natureza e toda a sua beleza que tanto acalma o meu coração. Hoje eu sou apenas uma canção, sem letra e sem melodia. Hoje eu apenas me embalo pela pureza do dia. O entardecer na praia. O chegar da noite. Hoje eu até posso esperar a lua nascer. Admirar o seu brilho sobre as águas.  Não tenho pressa. Posso passar muito bem o meu tempo vendo o dia se transformar. A mudança sutil da temperatura. Das cores da água, do vento, da maresia espalhada no ar. Hoje estou leve, sem peso e sem buscas. Hoje eu sou apenas eu. E não tem pessoa melhor pra ser. Sem cobranças, sem fingimentos. Sem fazer o que não gosto ou não quero. Hoje eu sou apenas ser. Hoje eu faço apenas o que quero. E eu nem quero tanto assim. Hoje eu só quero apenas viver. 

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor