Inimigo a espreita - por Carmen Larroza

Inimigo a espreita - por Carmen Larroza
                                por Carmen Larroza
 
Ei! Tudo bem? Vamos bater um papinho? Será que podes me ouvir primeiro? Eu prometo que lerei cada palavra que postares com o maior respeito, atenção e refletirei sobre. Quero ouvir-te de verdade! Ok?
 O assunto de hoje, parece meio inadequado e estranho. Contudo, toda mulher tem seu contato, sua intimidade com  esta criatura que chamaremos de  B. P. Umas mais, outras menos e outras muito, muito mais contato ainda.  Já  sabem de quem vou falar (mal, diga-se de passagem)?  Não? 
Falarei de quem gosta de nos escravizar e sequestrar! Rãããã! Talvez, eu esteja ficando doidinha, ou já seja e ninguém, ainda, teve coragem de me contar. Sabe-se lá... Mas, tenho pensado muito nele. Com tanta coisa boa para pensar; doces, por exemplo, eu estou gastando os poucos neurônios que ainda me sobram (o Tico e o Teco) com algo tão desgastante! Só eu mesmo... me dar este trabalho! Talvez seja falta do que fazer ou de estar mais tempo em sua companhia. Mais tempo? Deus que me livre! 
Reflete comigo:
1) O que ele tem de bom?  Ele quem? O balcão de pia.
Através dele lavamos os alimentos, a louça, os talheres, as panelas. Deixamos nossa cozinha limpinha, limpinha... Êba...
2) O que ele tem de ruim? 
Está sempre nos chamando, nos tirando de coisas legais que gostamos fazer, do nosso entretenimento. Está sempre pronto para nos atrair, nos sequetrar, subjugar  com aqueles seus braços gordurosos...Eca!... Para nos chamar a atenção com um sorriso feioso, desdentado. Nada cativante! Que coisinha que nos escraviza! Sempre olhando para o detalhe para nos levar ao trabalho! Como adora tirar o nosso sossego! Nunca dá uma folga! Nunca nos esquece.
Estou generalisando, eu sei. Muitas mulheres,  nem sabem se a cozinha fica à direita, ou à esquerda. Outras possuem  auxilia, ou auxiliares. Mesmo assim, duvido que tenha alguma (destas citadas por último), que ele já não tenha prendido, ou pelo menos, tentado seduzir! Como dizia a personagem de Paulo Silvino: -Coisa horrorosa!
Quantas vezes, o deixamos carinhosamente tratado, limpinho, cheirozinho e bem sequinho!  Lindo! Entretanto, mal damos as costas e ... ele nos chama para iniciar tudo de novo!
É pouco isso que enumerei? Então sigamos pensando:
Mais aspectos negativos:
Primeiro, adora nos ver de barriga molhada, de roupa - as vezes novíssima - respingada. 
Segundo, seu maior prazer é destruir nossas unhas.
Terceiro, ama endurecer as nossas mãozinhas delicadas de princesas;  feitas para fazer e receber carinho; para abrir a carteira e fazer  umas comprinhas básicas e para maquiar a nós mesmas, é claro!  Ou a alguma amiga em apuros.
Além disso, esses dez dedinhos foram feitos  para pegar a chave do carro, a caneta, ligar o PC, entrar no Face e teclar um bate papo gostoso e descontraído, para  preparar deliciosos pratos. E, ainda, agora, o mais importante, esse dedinhos doram feitos para acariciar nossos filhos, alimentá-los, carregá-los e levantá-las em louvor a Deus pelas jóias que nos deu. 
Quantas vezes, esta  monstrinho danadinho já  detonou a unha recém feita! Já nos levou a gastos fora do orçamento, por causa de sua prisão de ventre? Quantas? Já contaste as vezes orreste atrás de um especialista, para  fazer um enema para limpar tedo o que ele engoliu e impregnou-se nas paredes de seus tubos excretores? 
Ainda existe um outro problema muito mais grave.. O B.P. é um assassino de colunas. Chegamos até ele eretas e esse fulano de tal, nos libera mais tortas do que uma torta frita em dia de chuva e, pior, cheias de dor! Ai! Onde está o analgésico?  Perguntamos para nós mesmas responder!
Penso que essa já seja uma enumeração bem longa. Porém, se continuasse com ela, teríamos mais panos para manga. Então, concordam ou discordam que temos inimigo à espreita?
Ah! Se eu pudesse...
 
 
Publicado em 03/02/2014

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor