Inspiração - por José Sepúlveda

Inspiração - por José Sepúlveda

Inspiração 

Se houver algum poeta que me diga
Que tenho de escrever todos os dias
Respondo que não sou como a formiga
Que passa a vida em longas correrias.

Eu sou como a cigarra. Quando canto
Eu canto porque sinto algum prazer,
Resguardo-me sozinho no meu canto
E canto aquilo que me apetecer

E deixo que a raiz do pensamento 
Se expresse no silencio e num momento,
Me venha e diga o que há para dizer,

E quando essa vontade a sinto solta
Com mais serenidade ou em revolta 
Me lanço como um louco a escrever 

José Sepúlveda

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor