Janeiro - por Antonio Eustáquio Marciano

Janeiro - por Antonio Eustáquio Marciano

JANEIRO

 

Janeiro! Falou me tanto deste mês,

Quem muitas vezes o viu passar!

A virtude e a santidade a buscar?

Ou apenas a se consumir em por quês?

 

Com rugas - nuns feiura, noutros graça -

Nalguns, por anos, bateu coração manso,

Esperando, na descendência, o descanso,

A espera da morte que o corpo enlaça.

 

Quantos velhos e velhas se alegraram,

Por verem que as lágrimas que derramaram

Receberam de muitos a gratidão.

 

Sobre o chão, outros caminham, todavia,

Vivendo a amargura da ingratidão e porfia

Daqueles a quem deram o coração.

 

 

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

        

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor