Joana Rodrigues - Colunista

Joana Rodrigues - Colunista

BIOGRAFIA JOANA RODRIGUES

 

Joana Silva Ramos Rodrigues, nasceu a 5 de Fevereiro de 1947, nas Minas do Lousal, concelho de Grândola, Distrito de Setúbal. Os seus pais eram mineiros, mas cedo ficou sem pai e teve que abandonar os estudos para começar a trabalhar, ajudando sua mãe a criar os irmãos mais novos.

Aos dezoito anos partiu para novos rumos e decidiu fixar-se na Abrunheira, localidade do concelho de Sintra, onde vivia a sua avó materna. Trabalhou na empresa Adreta Plásticos, SA desde os 18 anos até aos 58, idade com que se reformou. A sua infância não lhe permitiu prosseguir os estudos, mas nesta empresa obteve a oportunidade de complementar a sua formação, frequentando vários cursos profissionais com temáticas variadas como: relações publicas, contabilidade, liderança e controle de qualidade entre outros. A sua realização profissional foi conseguida quando assegurou a chefia de um dos departamentos da empresa. Desta fase da sua vida guarda algumas das melhores recordações, marcadas sobretudo pela relação entre funcionários e patronato.

Embora a poesia fosse desde cedo uma atracção para a autora, foi neste ambiente laboral que começou a escrever os versos que fazia, dedicados às suas colegas. Nesta altura percebeu que as quadras em forma de rimas lhe surgiam naturalmente, o que a impulsionou ainda mais a passá-los à forma escrita, nesta fase ainda sob a forma de manuscritos.

Quando se reformou, dedicou o seu tempo livre a explorar as novas tecnologias, o que a levou a publicar os seus poemas na internet. Inicialmente criou o blog Memórias de Joana – Poesia, e uma página no Facebook com o mesmo nome. Estas plataformas impulsionaram a sua interação com outros poetas e blogs especializados. Destacamos a sua colaboração no blog do Solar de Poetas, inicialmente como autora e posteriormente integrando o grupo de administradoras, onde obteve o reconhecimento dos seus pares.

A sua estreia no mundo das publicações surge após um convite para participar na colectânea A Sinfonia do Mar, editado pelo grupo Poetas Poveiros e Amigos da Póvoa em Março de 2013. Pouco depois, decidiu reunir alguns dos seus poemas sobre a forma de livro – Memórias de Joana, publicado em Julho de 2013. Ainda antes do término deste ano de estreias, participou em três publicações de vários autores: Antologia Conto de Poetas, Souespoeta – Colectânea de Poesia e Solar de Poetas Volume I – Antologia de Poesia. O ano de 2014 começa com um registo diferente, com a participação na colectânea Conta essa história outra vez... com um conto infantil. A autora encontra-se ainda a trabalhar noutros projectos: dois livros mais autobiográficos sobre a vida da autora e algumas das experiências mais marcantes porque passou, bem como um livro ilustrado de contos infantis.

 

Blogs da colunista

http://joaninhahistorias.blogspot.pt/

http://memoriasdejoanapoesia.blogspot.pt/

 

Perfil da colunista no Facebook

https://www.facebook.com/joanarodriguesmail

 

Fevereiro de 2014

Joana Rodrigues - Colunista

Coragem - por Joana Rodrigues

CORAGEM   Hoje senti, que me querias ver de perto É preciso teres muita coragem Olhares eu vi, mas não estejas tão certo Vê em mim apenas uma miragem,   Que mesmo de longe ou de perto, Onde fica aquela mensagem, Não fiques por mim tão inquieto Porque eu sei, que te falta a...

Meu livro inacabado - por Joana Rodrigues

MEU LIVRO INACABADO   Aquelas páginas já escritas do livro inacabado quero tanto que sejam ditas por alguém! a quem as palavras expeditas tenham algum significado,   Enquanto meus olhos deixarem e minhas mãos não tremerem onde as minhas mensagens chegarem e que...

Agradecimento - por Joana Rodrigues

AGRADECIMENTO Hoje, meu poema vai fazer Somente o agradecimento, Para todos os que gostam de me ler como eu gosto de escrever, de tanto poeta, e leitor o vosso reconhecimento ter, E não poderia esquecer, quem me acarinha em quaisquer momento, tenho dias tristes como tenho também de alguma...

As Lágrimas de Maria - por Joana Rodrigues

AS LÁGRIMAS DE MARIA ( FADO) Eu um dia ouvi um fado que nossa senhora cantou que seu filho tão amado um dia alguém,a vida tirou, Se Deus lhe deu a alegria de um filho conceber no seu ventre o trazia Maria, seu filho viu nascer, Quando nossa Senhora cantou o fado do filho amado o mundo ela...

Festas Juninas - por Joana Rodrigues

FESTAS JUNINAS ( ou populares ) Deixei passar Santo António, Quase sem me aperceber, Nesta rua é obrigatório Dançar cantar e comer, Viva o Santo António, Que o resto faz esquecer!! Neste mês que é de alegria Com nossas festas Juninas Passa São João,eu nem o via Apenas senti,...

A Mulheres Alentejanas - por Joana Rodrigues

AS MULHERES ALENTEJANAS   As mulheres Alentejanas São bonitas podem crer São trigueiras são morenas Porque, o sol viam nascer,   Desde o nascer do sol Até o dia escurecer, As mulheres Alentejanas São trigueiras podem crer   As mulheres Alentejanas Têm uma cor diferente São trigueiras...

Há momentos na Vida - por Joana Rodrigues

HÁ MOMENTOS NA VIDA Há momentos na vida Que temos que reflectir Parar e pensar, E o nosso destino Teremos que seguir, Nossa vida, há que continuar, Destinos, impensáveis acontecem, Quando a hora está definida Há vida, para além do além Eu sinto-me uma mulher protegida Quem me protege, quer o meu...

Uma carta para o céu - Dia das Mães - por Joana Rodrigues

UMA CARTA PARA O CÉU DIA DA MÃE   Para ti Mãezinha Obrigado por ser tua filha Para o céu vou escrever Uma carta a minha mãe Já que não a posso ver Sabe, que sou mãe também! Não lhe preciso dizer, Minha mãe grande amiga Era a minha confidente Os desgostos da minha vida Com ela...

O Canto do Rouxinol - por Joana Rodrigues

O CANTO DO ROUXINOL Naquele dia de frio imenso um rouxinol cantava e eu com o meu olhar intenso senti que ele chorava, pobre rouxinol, com meu lenço eu acenava mas o triste já não cantava partiu procurando, um pouco de sol, Mas o cantar do rouxinol era triste, eu bem sabia, procurou um pouco de...

É mais forte que eu - por Joana Rodrigues

É MAIS FORTE QUE EU   É mais forte do que eu Esta vontade de escrever Só escrevo aquilo que é meu Dá -me a força para viver E da escrita não quero esquecer!   São as minhas singelas palavras Escritas de alma na mão, Eu me revejo em tantas elas Com as penas do meu coração, São minhas...

Para ti Poesia - por Joana Rodrigues

PARA TI POESIA   Que dia maravilhoso, este dia da Poesia já por si está vaidoso, porque falam tanto deste dia como se fosse só hoje falada a poesia!   Mas é especial certamente, porque afinal a poesia não mente, e temos o dia internacional que alegra tanta gente, eu te amo poesia, antes...

Homenagem a Poesia - por Joana Rodrigues

HOMENAGEM À POESIA   Quisera Eu ser, Cora Coralina Nos seus nobres pensamentos Sempre lhe farei cortesia, Obreira de grandes talentos Grande senhora da poesia,   Poetisa Brasileira, Seu nome Ana Escreveu seu País Com orgulho Mulher de M,Grande Escritora Goiana No seu tempo já lutava Pelas...

Ser Mulher - por Joana Rodrigues

SER MULHER   Ser mulher é ser forte  mesmo em situações adversas, ignorar quem inveja dela tem, ter direitos iguais não ser menosprezada, nem no emprego nem em casa ter direito à palavra, não se sentir maltratada tem direito a ser amada a idade, não é...

Outros Tempos - por Joana Rodrigues

OUTROS TEMPOS Ao olhar  tão bela imagem senti tanto de belo como de estranho, recordei minha mãe quando a roupa lavava naquela ribeira, eu era pequena em tamanho mas sempre grande neste coração que a admirava, minha mãe e tantas mães enquanto nessa ribeira lavavam eu e tantas filhas...

Sentimentos de Poeta - por Joana Rodrigues

SENTIMENTOS DE POETA   Nem sempre um poeta escreve Aquilo que no seu coração tem Tem momentos em que descreve O sofrimento,na vida de alguém,   Porque o poeta tem recordações E querendo praticar o bem, Sofre com tristes desilusões, E sofre por ver sofrer...

Alma de Anjo - por Joana Rodrigues

ALMA DE ANJO   Farei de ti meu soneto Com tua alma divina Mesmo não sendo perfeito Meu coração te estima!   Alma de Anjo, coração de poeta És imagem és soneto, És o soneto que me completa Numa foto a branco e preto,   Numa moldura de prata e ouro Escondido...

Escrever o pensamento - por Joana Rodrigues

ESCREVER O PENSAMENTO   Porque quis escrever eu me perguntei, Se tinha pensado em desistir, De coração já cansado ,eu sei! Mas é a minha mente,que quer seguir A quem farei a vontade? Se eu não me quero, enganar nem mentir!   Minha alma me diz escreve sempre A quem farei a vontade,! Se meu...

Um Mundo sem guerras - por Joana Rodrigues

UM MUNDO SEM GUERRA Passou o Natal, Mais um ano a terminar Como o tempo passa,! Quem me dera O tempo puder parar Mas que bom seria Da guerra o mundo salvar E o mundo continuar a girar Outro Ano está a chegar, E tudo na mesma vai continuar Que bom que o mundo acordasse E que as guerras...

Meu Alentejo - por Joana Rodrigues

MEU ALENTEJO   ( Minha terra é Lousal)   Vou escrever-te Alentejo, Que de ti me estou a lembrar Quando passar o rio Tejo, Lisboa para trás vai ficar E minhas saudades,vou matar,   Alentejo de ricos e pobres De uma especial beleza , Província de tantos...

Corações que choram - por Joana Rodrigues

CORAÇÕES QUE CHORAM   Hoje chorei,senti que lágrimas rolavam Nestes meus olhos que tinham secado Hoje choraram ,há muito que não choravam Senti que as lágrimas no meu coração drenavam, Hoje chorei, as lágrimas,outro rumo levavam,! Neste coração, que apenas conhece o amargo da vida Chorei...

Voaram as palavras - por Joana Rodrigues

VOARAM AS PALAVRAS Faltaram-me as palavras naquele dia, em que comigo falavas e eu não respondia comigo sonhavas e eu que não te via o mundo desabava em cada momento em cada palavra, em cada lamento,eu vivia mas não sorria , fui de Deus um instrumento para sentir cada palavra que ouvia e minha alma...

Junto ao Mar - por Joana Rodrigues

JUNTO AO MAR   Que pensamento refrescante Junto ao mar me apercebi Estavas sempre presente O mar me devolveu o que senti, Hoje tenho o mar no pensamento Vi as gaivotas que te embelezavam Senti uma leve brisa,como um lamento Perdida em sonhos que me encantavam Junto ao mar de mil...

Momentos de Nostalgia - por Joana Rodrigues

MOMENTOS DE NOSTALGIA   Quero escrever meus poemas Em que os temas fossem de alegria Rebusco no pensamento. Mas nem com alguma magia Consegues tirar este desalento. Poesia, que a ti devo,alguns momentos Nostálgicos e deprimentes, Se não fosses tu o que seria Desta vida sem alegria, e de...

Ser Idoso - por Joana Rodrigues

SER IDOSO   É hoje o dia do idoso Será? Que todos o sabem É tão triste e penoso Em que corações eles cabem,   O que é ser idoso afinal? Alguém me explica, Se é idoso na fase terminal Será, Que não é idoso porque A trabalhar se dedica,   A idade até pode...

O Tempo e a Vida - por Joana Rodrigues

O TEMPO E A VIDA   Fiquei parada no tempo Como se fosse Árvore esquecida Perguntei ao tempo, Do meu tempo Quanto tempo teria de vida, O tempo respondeu Que pergunta descabida Há resposta para tudo Não para o tempo de vida.   Fiquei a meditar Nas perguntas sem...

Lamentos do Tempo - por Joana Rodrigues

LAMENTOS DO TEMPO Estou longe muito longe, Tão longe estou Que me afastei de mim Não quero mais lamentos, Estou assim No silêncio da saudade Para dizer a verdade Esqueci-me Que existia sim! Mas cada dia é um dia diferente Começa a contagem Decrescente Mas vou vivendo de saudade E com...

Nosso Olhar - por Joana Rodrigues

NOSSO OLHAR   Meus olhos tristes e cansados de olhar o além e o infinito de lágrimas estão  marejados meu olhar já foi bonito, hoje cercado de tristes rugas porque nos olhos também se envelhece onde está a beleza do olhar aquele que jamais se esquece, meu olhar está moribundo de não...

Joaninha e a Borboleta - por Joana Rodrigues

JOANINHA E A BORBOLETA   Certo dia andava Joaninha a passear, como ela tanto gosta! E como estava sozinha, lembrou-se esta menina,de ir ao encontro de alguns amigos que estavam no Jardim a brincar!!   E perguntou posso brincar também? Claro que sim Joaninha, responderam todos em...

Nas asas do vento - por Joana Rodrigues

NAS ASAS DO VENTO   Sonhar como é bom! Ter o dom de livre pensar Sonhar,já sonhei Mas irei continuar? Os sonhos dos tempos Tempos idos Tempos jamais repetidos Mas sonhar!!, Ainda não são Frutos proibidos, E o sonhar! Ah! o sonhar! que nos transporta Para além-mar, E eu aqui tão...

Joaninha e a Cigarra - por Joana Rodrigues

JOANINHA E A CIGARRA   Joaninha encontrou a amiga cigarra E logo lhe perguntou,como vão os estudos? Óh não sei!pois pouco se importara, Mas a Joaninha,logo pensou que a amiga Estaria em apuros !   E então voltou novamente a falar com a cigarra Ao que a cigarra respondeu,não tens nada com...

Joaninha e Margarida - por Joana Rodrigues

Joaninha e Margarida   Foram as duas passear O dia estava maravilhoso, E seus livros levaram Para estudar, Foram para os jardins Do palaçio de monserrate Lindos jardins na bela Serra de Sintra, Onde até as flores as arvores, São verdadeiras  obras de arte Das Serras mais lindas De...

Mãe do Mundo - por Joana Rodrigues

MÃE DO MUNDO ( Nossa Senhora De Fátima)   Neste mês de Maria,que eu sempre amei Para ti  Senhora mãe és nossa alegria Será sempre um mês que não esquecerei O mês de Maio, de Fátima e de Maria.   Apareces-te aos pastorinhos, lindo dia Que felicidade esses meninos, Verem teu rosto uma...

Viva Abril viva a democracia - por Joana Rodrigues

VIVA ABRIL VIVA A DEMOCRACIA   Vou escrever-te Abril Nunca te esquecerei Soldados mais de mil As flores eram tantas Que nem sei, Amei aquele dia, Em que pelo meu Pequenino filho Eu já tanto temia, Porque pelo seu pai Na guerra eu já muito sofria E com aquele Abril, Essa dor acabaria Que bom...

Nossos Destinos - por Joana Rodrigues

NOSSOS DESTINOS   O que é o destino? É algo que acontece Por um momento Ou até por algum tempo São alegrias tristezas E a nostalgia chega ou Simplesmente desaparece E tudo acontece,   Culpamos o destino Não sei!, Pensei um dia, que era eu Que meu destino fazia Mas não fui não! Quando...

Meus Netos - por Joana Rodrigues

MEUS NETOS   Estava no meu estado normal Numa tristeza consentida, Ergui a cabeça e sorri Deparei com as fotos Que me fazem reviver a vida São os meus netos, Minha poesia, o meu bem querer O sorriso da Mariana , A menina mulher Aquela que ajudei a crescer Um lindo rosto E seu meigo olhar São...

Dia Mundial Da Poesia - Fado Poético - por Joana Rodrigues

Dia Mundial Da Poesia   FADO POÉTICO   Não fiques indiferente poeta Reza tua Avé-Maria, Que tua vida seja sempre certa E cantes teu fado em poesia,   Hoje quis fazer da poesia meu fado Mas a garganta não deixou, Eu amo a poesia sem ser cantado Porque o fado não me puxou,   Eu...

1 | 2 | 3 >>

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

        

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor