Joaquim Monteiro - Entrevistado

Joaquim Monteiro - Entrevistado

Por Shirley M. Cavalcante (SMC)

 

Joaquim Monteiro nascido em 1949, próximo da Régua.

Feito à mão e esquadro, mas prematuro.

Músico quando a vida lhe foge e poeta quando lido.

Epicuro quanto baste e a razão limita.

Livros publicados:

“Na tua Boca”, “Escrito Sobre a Água”.

Recentemente "À Janela do teu Corpo"

 

“Se a poesia também é uma mensagem, façamos então deste livro, um hino à mulher.  À mulher que nos transporta sempre para o lado inverso à nossa masculinidade, para a perfeição da nossa complementaridade.”

 

Boa Leitura!

 

Divulga Escritor - Escritor Joaquim Monteiro, é um prazer contarmos com a sua participação no projeto Divulga Escritor, conte-nos o que veio primeiro o gosto pela música ou poesia?

Joaquim Monteiro - O prazer é todo meu e de admiração pelo vosso trabalho.

Agradeço a oportunidade que me é concedida pelo “Divulga Escritor” em dar a conhecer um pouco de mim e do meu modesto trabalho poético.

Respondendo à vossa 1ª questão, devo-lhe dizer que o meu gosto pela música (essencialmente clássica e coral) vem dos primeiros anos de estudo no Seminário.

Menor de Beja, onde ia aprendendo Gregoriano e Polifonia sacra. Este foi o primeiro contacto com as “artes”. A escrita virá depois; embora nestes primeiros anos já lesse bastante e, escrevesse alguns pobres textos.

 

Divulga Escritor - Em que momento se sentiu preparado para publicar o seu primeiro livro?

Joaquim Monteiro - A escrita foi-me aparecendo na juventude por volta dos 18 anos, em tertúlias de café com outros poetas e realizando secções de poesia, mais na vertente contestatária.

Pois nessa altura vigorava o regime fascista em Portugal. Entretanto fui escrevendo para os extintos Jornais diários o “Diário de Lisboa” e o “República", nos suplementos juvenis.

Deu-se entretanto um interregno de aproximadamente 40 anos durante os quais não escrevi, por circunstâncias várias.

Mais tarde devido a uma estadia prolongada no hospital, e de se ter descoberto um linfoma, voltei a escrever questionando-me e ao mesmo tempo comentando outros poetas e escritores no “Facebook”. A partir daí nunca mais parei de escrever.

Verdadeiramente nunca me senti preparado para escrever um livro. Primeiro por sentir que não tinha valor suficiente e, por outro lado achando que era suficiente escrever nas redes sociais. Até que a Editora “Universus” me convidou a publicar.

 

Divulga Escritor - Como foi a escolha do Título para o seu livro “Na tua Boca”?

Joaquim Monteiro - A escolha foi motivada porque a maioria dos poemas abarca a temática do amor.

 

Divulga Escritor - Descreva um pouco sobre a construção do enredo do seu livro “Escrito Sobre a Água”?

Joaquim Monteiro - O livro “Escrito sobre a Agua” nasce da necessidade de me afirmar perante os meus leitores como um poeta multifacetado, (e não tão só como o poeta do Sensual e Erótico) mas também como um escritor preocupado com o aspecto social actual e, pela transcendência do Homem. Portanto, um livro mais de carácter filosófico e metafísico.

 

Divulga Escritor - Que temas você aborda em seu livro “À Janela do teu Corpo”, publicado recentemente pela Editora Modocromia?

Joaquim Monteiro - O mundo vasto e multífero que é a mulher, destacando-se o sensual, o erótico, o sentimental, onírico e, a sua principal “arma” a sedução.

 

Divulga Escritor - Qual a mensagem que você quer transmitir ao leitor através desta obra literária? Conte-nos um pouco mais sobre “A Janela do teu Corpo”.

Joaquim Monteiro - Se a poesia também é uma mensagem, façamos então deste livro, um hino à mulher.  À mulher que nos transporta sempre para o lado inverso à nossa masculinidade, para a perfeição da nossa complementaridade. Onde o prazer sensual está ligado ao imaginário de cada individuo, surgindo dos variados estados de alma donde se liberta. É como se o erotismo fosse uma floresta interior onde a ave procura a volúpia da cor.

 

Divulga Escritor - Onde podemos comprar os seus livros?

Joaquim Monteiro - O livro pode ser encomendado directamente ao autor através do email poente.solidario@gmail.com , assim como: à Editora MONOCROMIA  modocromia.editora@gmail.com , também na Porto Editora, na Bertrand e Fnac.

 

Divulga Escritor - Quais os seus principais objetivos como escritor? Pensa em publicar novos livros?

Os meus principais objectivos como escritor, são tentar que os meus poemas sejam lidos pelo maior número possível de leitores, para que, algo coisa de mim (se aproveitável) fique  na sua memória. Tenho em preparação dois livros. títulos provisórios: “Sobre o Vidro da Pele” e “A Fala do Silêncio”.

 

Divulga Escritor - Como você se vê no mercado literário de Portugal?

Joaquim Monteiro - Como todos os outros poetas e escritores, com pouca notoriedade e com pouca apetência pelos lóbis das editoras com maior poder económico.

 

Divulga Escritor - Pois bem, estamos chegando ao fim da entrevista, agradecemos sua participação no projeto Divulga Escritor, muito bom conhecer melhor o Escritor Joaquim Monteiro, que mensagem você deixa para nossos leitores?

Joaquim Monteiro - Convidar os leitores a acompanharem o projecto “Divulga Escritor” que tão bem se enquadra nessa nobre função. E ao mesmo tempo desejar enorme sucesso a uma arte tão útil ao Homem.

Leiam, leiam, e concluam que é a melhor maneira de descobrir quem somos e quem é o autor que se nos dá!

 

Participe do projeto Divulga Escritor

https://www.facebook.com/DivulgaEscritor

 

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor