José Alberto Sá - Entrevistado

José Alberto Sá - Entrevistado

por Shirley M. Cavalcante (SMC)

 

José Alberto Sá, natural de Esmojães, Anta, Espinho.

Com residência em Lourosa, Santa Maria da Feira.

As artes passam pelas mãos do autor através da pintura, desenho e literatura.

Escreveu o livro “A Fonte da Mentira” romance/ficção, em 2008.

Escreveu o livro  “Quercus Suber, Segredos do Corpo e da Essência”, com Prefácio do Sr. Américo Amorim, Romance, em 2012.

Escreveu o livro “A Luz que nos Acompanha” livro de poesia em 2012.

Faz parte de 27 Antologias em Portugal e Brasil. Prefaciador de 3 obras.

Participou no programa escolar em Outubro de 2012 “Aquele Poema” dos alunos das turmas de Ensino Fundamental do 4º Ano vespertino e EJA da    Escola Municipal Joca de Souza Oliveira em Juazeiro – Brasil.

Moção de Congratulação pelo CONINTER, Conselho Internacional dos Académicos de Ciências, Letras e Artes, pelo reconhecimento e homenagem na participação da colectánea Amo Amar Você, em 2014.

Promovido a Conselheiro Cultural Internacional, pelo Movimento União Cultural de São Paulo/Brasil. Vários prêmios em poesia.

 

“Saborear um bom livro leva ao conforto e a uma viagem pelo desconhecido, é uma maneira de esquecer o dia-a-dia frenético, conhecer novos mundos, novas ideias e novos sentires.”

 

Boa Leitura!

 

Divulga Escritor - Escritor José Alberto Sá é um prazer contarmos com a sua participação no projeto Divulga Escritor, conte-nos de que forma você vê a ligação da pintura com a literatura.

José Alberto Sá - Amo sentir a mistura desse dar de mãos, entre a pintura e a literatura.

Uma diluição sem limites, onde a imagem fala com graciosidade e mestria aos olhos de quem sabe interpretar e as palavras nascem para nelas provocarem imagens que nos levam a sonhar.

Sempre imaginei no meu consciente inspiração através da imagem, fazem nascer palavras com cor, com visibilidade, onde a fronteira não tem limites.

 

Divulga Escritor - O que veio primeiro o gosto pela escrita ou pela pintura?

José Alberto Sá - Primeiro nasceu o desenho e a pintura, tudo nasceu comigo e está bem patente no meu ADN, tenho familiares que foram artistas com sucesso na arte de pintar, um tio que foi um dos melhores Aguarelistas de Portugal (José Rodrigues). Meu pai era entalhador e desenhador de mobiliário e isso sempre me cativou. Depois as imagens fizeram com que as palavras aparecessem, um bichinho que me começou a corruer a vontade de escrever. Foi então que a caminhada nas artes se fizeram de mãos dadas, pintura e Literatura.

 

Divulga Escritor - Temos a curiosidade de saber como começou a sua carreira literária, você começou escrevendo e depois veio o desejo de publicar um livro? Ou você já pensou vou escrever um livro?

José Alberto Sá - A paixão pela escrita apareceu bem cedo, nunca pensando eu conseguir dar esse passo em livro.

Tinha uma história dentro de mim e desejava muito contar a alguém o que se movia e saltava como se fosse um filme. Comecei a escrever para que fosse um filme, escrevi e enviei um resumo da história para várias produtores de cinema, incluindo a Amblim Entertainemant de Steven Spieldberg, o qual me respondeu com graciosidade, não para nascer um filme na América, mas na Europa. Não consegui… Então nasceu o meu primeiro livro “A Fonte da Mentira”.

Continuo a sonhar ver esta história em filme!

 

Divulga Escritor - Quais os principais desafios ao construir o enredo de seu livro “A Fonte da Mentira”?

José Alberto Sá - Quis muito que o meu livro tivesse um bom princípio, meio com volume e um fim que completasse toda a vontade do leitor. Quis um livro com dois temas principais, algo que ensinasse para a vida, por isso escolhi para este romance os temas “a mentira e a água”. A mentira, essa praga que a nada nos leva e o valor da água na sociedade.

Quis também um conteúdo com movimento, com cor, com sentimento e que tudo provocasse no leitor uma vontade enorme em continuar, que o leitor aprendesse algo de novo. Essas foram algumas dos desafios, que penso superei.

 

Divulga Escritor - De que forma estes desafios foram superados?

José Alberto Sá - Como disse anteriormente, a história estava já há muito vestida no meu consciente e isso facilitou, depois foi criar capítulo a capítulo a mesma intensidade e prazer na leitura.

Segui cada frase com a mesma ternura, com os olhos no leitor, sempre com palavras simples e cativantes.

Sempre tentei dar a cada capítulo a mesma força.

 

Divulga Escritor - Escritor José Alberto, qual a mensagem que você quer transmitir ao leitor através do seu livro de romance “Quercus Suber, Segredos do Corpo e da Essência”?

José Alberto Sá - Dar a conhecer uma viagem maravilhosa através dos montados de Portugal, onde a cortiça se mostra como dádiva da natureza, a qual emprega na sua forma e essência uma nobreza única e completa.

Um romance pelo qual me sinto apaixonado.

 

Divulga Escritor - Como foi a escolha do Titulo para esta obra?

José Alberto Sá - Quercus Suber L, é o nome científico do sobreiro, árvore abundante na Península Ibérica, onde em Portugal se mostra com a maior força e grandeza.

Segredos do Corpo, é um desvendar de emoções que aprendi sobre esta maravilha, esta soberba e harmoniosa árvore que até ao toque é cativante.

Da Essência, é o descortiçar de uma pele que só quem sente, vive e ama é capaz de falar, sinto esta força e este amor pela cortiça. Um apaixonante romance sobre uma obra de Deus… A natureza nos ensina.

 

Divulga Escritor - Que temas abordas em seu livro de poesia “A Luz que nos acompanha”?

José Alberto Sá - Este livro de poesia fala da vontade que sinto em gritar, apertar este mundo nas mãos calosas da vida, tentar abrir um mundo surdo e mudo aos olhos de um povo sofredor. Fazer sentir uma luz que existe em cada ser humano que nasce.

Falo de amor pela vida, família, amigos, a paz, a humildade, a simplicidade e acima de tudo de um ser que sonha… Eu. Este livro sou eu.

 

Divulga Escritor - Onde podemos comprar os seus livros?

José Alberto Sá - Nas livrarias FNAC, Bertrand e outras pelo país.

Através das próprias Editoras, Papiro Editora e Vesbrava Edições.

 

Divulga Escritor - Como você vê o mercado literário em Portugal?

José Alberto Sá - A crise mundial alterou alguns hábitos comuns e a literatura sofreu com isso.

Esta doença chamada corrupção, teima em não deixar o povo viver com sabedoria, capacidade de sonhar e viver num mundo de palavras escritas.

Os livros hoje já não estão ao alcance de todos. Cada vez existem mais escritores, uma tentativa de buscar lucros por outros meios, isso também prejudica a qualidade do livro.

Em Portugal actualmente vive-se num fernesim constante de lançamentos de livros, eventos literários, que se misturam com um grupo de amigos e amantes da leitura, é bom saber que no meu país a força do papel escrito ainda sobrevive.

Escrevamos pelo amor às palavras que sonham e vivem.

 

Divulga Escritor - Pois bem, estamos chegando ao fim da entrevista. Muito bom conhecer melhor o escritor José Alberto Sá. Agradecemos sua participação no projeto Divulga Escritor. Que mensagem você deixa para nossos leitores?

José Alberto Sá - O mundo é tão rápido e a vida tão intensa que devemos reflectir sobre cada segundo.

Saborear um bom livro leva ao conforto e a uma viagem pelo desconhecido, é uma maneira de esquecer o dia-a-dia frenético, conhecer novos mundos, novas ideias e novos sentires. Vivam enquanto a alma grita, pois o tempo passa, o caminho fica e tudo se desfaz no tempo. Sejam felizes na simplicidade que a natureza nos oferece, amem esta luz que nos visita todos os dias.

Ler um livro é viver para lá da nossa existência.

Caminhem para os outros e assim sereis encontrados no amor.

 

José Alberto Sá

 

Participe do projeto Divulga Escritor

https://www.facebook.com/DivulgaEscritor

Contato: divulga@divulgaescritor.com

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor