José Augusto Patrício Teixeira - Entrevistado

José Augusto Patrício Teixeira - Entrevistado

Por Shirley M. Cavalcante (SMC)

 

José Augusto Patrício Teixeira nasceu na ex-colónia portuguesa da Guiné-Bissau, no ano de 1950. Estudou no Liceu Honório Barreto na cidade de Bissau e no Liceu Salazar em Lourenço Marques (Maputo). Fez o Serviço Militar obrigatório em Moçambique, de 1970 a 1973. Foi funcionário bancário em Moçambique e em Portugal. Licenciou-se em Relações Internacionais Culturais e Políticas, pela Universidade do Minho em Braga, cidade onde reside actualmente. Participações literárias: «Entre o Sono e o Sonho» Volumes V e VI (Chiado Editora, 2014 e 2015); «Poetas d’Hoje» Vol. II e «Um Grito Contra a Pobreza» (Grupo Poesia da Beira Rio, 2015); «Boas Festas» (Silkskin Editora, 2015); «A Bíblia dos Pecadores», «O Beijo do Vampiro» e «Ninguém Leva a Mal» (Antologias Sui Generis). Obras publicadas: «O Espantalho Simão» (Chiado Editora, 2015), «A Fada Dentinho» (Sítio do Livro, 2015), «Moçambique, Norte Sangrento» (Editora EuEdito, 2016) e «A Sereia Luana» (EuEdito, 2016).

 

“Um toque de atualidade chama a atenção para problemas que hoje nos preocupam. Em qualquer um destes livros, estão bem destacadas mensagens tais como: a amizade, a humildade, a sinceridade e a reciprocidade.”

 

Boa Leitura!

 

Escritor José Teixeira, é um prazer contarmos com a sua participação na revista Divulga Escritor. O que o motivou a ter gosto pela escrita da Literatura infantil?

José Teixeira - O gosto pela escrita da Literatura infantil tem muito a ver com a minha infância. As histórias aos quadradinhos, agora chamadas banda desenhada, absorviam grande parte do meu tempo. A prática da troca de livros com os amigos tornava a leitura quase ininterrupta. Os seus heróis, na maioria já desaparecidos, faziam-me sonhar enquanto viajava pela fantasia. Numa fase anterior à leitura, deliciava-me com histórias narradas sobre um mundo a que momentaneamente acedíamos, onde toda a natureza comungava de sentimentos e expressava-se através da fala, transmitindo excelentes lições sobre valores comportamentais e sociais. É com muita pena que vejo as crianças de hoje quase exclusivamente agarradas pelos aparelhos eletrónicos e absolutamente alheias à leitura. A minha escrita de Literatura infantil é, no meu entendimento, um propósito de contributo pessoal ao pequeno leitor.

 

Qual é a mensagem que você quer transmitir ao leitor através dos seus livros infantis?

José Teixeira - «O Espantalho Simão» nasce de uma fusão de vários contos, por mim imaginados, que fizeram as delícias da minha neta enquanto pequenina. Resolvi escrevê-los para que não se perdessem no tempo. «A Fada Dentinho» foi escrita para que perdurasse, de entre tantas versões, a que me foi contada em criança. «A Sereia Luana» reúne um conjunto de recordações reais, mas também de sonhos e situações imaginárias de criança, em praias exóticas. Um toque de atualidade chama a atenção para problemas que hoje nos preocupam. Em qualquer um destes livros, estão bem destacadas mensagens tais como: a amizade, a humildade, a sinceridade e a reciprocidade.

 

 

Quais foram os principais desafios para a escrita do seu livro «Moçambique, Norte Sangrento – Memórias de um ex-combatente»?

José Teixeira - Os desafios para a escrita do «Moçambique, Norte Sangrento» foram vários. Passados cerca de cinquenta anos, senti a necessidade de trazer a público o meu testemunho de três anos (1970 a 1973), passados a cem por cento em três frentes distintas, no Norte daquela ex-província portuguesa, durante a guerra colonial. Não deixar esquecer, como muitos pretendem, os sacrifícios e o esforço muitas vezes desumano a que foram sujeitos, no auge da juventude, todos aqueles que, sendo chamados, lutaram pela Pátria. Dar um testemunho real de quem percorreu, passo a passo, mato, picadas e trilhos minados, e esteve debaixo de fogo em emboscadas tenebrosas. Reclamar a justiça para com os estropiados e a lembrança dos que valorosamente tombaram ao serviço do País e que vergonhosamente permanecem, ainda hoje, em sepulturas abandonadas e engolidas pela vegetação, espalhadas por todo o Norte. Avivar a memória dos esquecidos que gravaram um tempo a sangue e a fogo, que não ganharam fortunas ou duvidosos sustentos, senão a nobre condição de servir o seu País.

 

De que forma estes desafios foram superados?

José Teixeira - Sinto-me satisfeito por contribuir para que a memória daqueles tempos conturbados não se apague. Espero que outros Veteranos também tenham a coragem de deixar os seus preciosos testemunhos.

 

Onde podemos comprar os seus livros?

José Teixeira - Os livros podem ser pedidos através de contacto por e-mail (teixeira.jap@gmail.com).

 

Você já participou de várias antologias e colectâneas. Qual foi a participação que mais o cativou? Por quê?

José Teixeira - É difícil escolher uma. Participei em todas com empenho e gosto pelos temas abordados. Vou arriscar na «Bíblia dos Pecadores», pela oportunidade de contrariar e questionar conceitos e tabus.

 

Quais são os seus principais objectivos como escritor?

José Teixeira - Prefiro intitular-me de autor. Ter a perceção de que os meus livros ou textos são lidos e aceitar as críticas desde que construtivas. Conseguir fazer chegar aos leitores as diversas mensagens, que em todos faço questão de deixar.

 

Pois bem, estamos chegando ao fim da entrevista. Muito bom conhecer melhor o escritor José Teixeira. Agradecemos a sua participação no projeto Divulga Escritor. Que mensagem você deixa para os nossos leitores?

José Teixeira - Eu é que agradeço a oportunidade de participar no projeto Divulga Escritor. É sem dúvida uma oportunidade única para que inúmeros autores e suas obras cheguem ao conhecimento do público. Peço aos leitores que não sintam estímulo apenas pelos grandes escritores e suas obras. Estas são sem dúvida importantes e consagradas, mas nós, os pequenos autores, também esperamos, com humildade, uma oportunidade para sermos lidos, apreciados e criticados.

 

 

Divulga Escritor unindo Você ao Mundo através da Literatura

https://www.facebook.com/DivulgaEscritor

divulga@divulgaescritor.com

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

        

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor