José Tavares de Lima - por Eduardo Garcia

José Tavares de Lima - por Eduardo Garcia

JOSÉ TAVARES DE LIMA

 

Tavares de Lima é jornalista, poeta e escritor, nascido na cidade de Vicência-PE, em 28 de maio de 1926.

Bacharelou-se em Jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco e é membro das seguintes entidades literárias: União Brasileira de Escritores - UBE, Sociedade dos Poetas Vivos  de  Olinda  -  SPVO,  Associação  Nordestina  de  Trovadores, Academia de Letras e Artes do Nordeste Brasileiro - ALANE  e  do  Grêmio  Literário "Celina de Holanda".

 

Publicou em 1966 o livro "O Sentenciado",   o  lançamento  teve  ampla  divulgação  na  TV, Rádio e Jornal. Em 1979, publicou dois livros de poesias: "Passagem", (edição esgotada com 2.500 exemplares), e  a  obra "Caminhos Paralelos" (esta com 1.500 exemplares), lançada em Minas Gerais.  No  ano  de 1981,  lançou  “O  Menino  de  Nagasaki",  romance  histórico  (com  3.000 exemplares vendidos). Este livro teve uma segunda edição, pela Novoestilo, Edições do Autor, em 2006, com apresentação do escritor Olímpio Bonald Neto.  

No  ano  de 1983,  publicou,  pela  FASA  EDITORA,  “Cotidianamente  Recife" (Contos)  e  em  seguida,  "Poeta  Peregrino"  (Poesias), em 1985, publicou o romance histórico, “A Suástica Entre Nós".

Em 1986, “Poemas do Entardecer".

Em 1990,  Tavares  de  Lima  escreveu  “A  Lenda  da  Pedra  Furada"  (lenda  indígena) obra lançada na cidade de Venturosa-PE, na Câmara de Vereadores, sendo esta mais uma edição da FASA EDITORA. 

"Os  Porquês  de  Olinda"  (poesias),  foi  lançado  em  Belo  Horizonte,  em 2002,  no Banco  do  Estado  de  Minas  Gerais,  contando  com  a  presença  do  Vice-Governador  de Itamar  Franco  e  Secretários  de  Estado.  Em  seguida, realizou  em Vicência, sua cidade natal, com a presença de autoridades oficiais. Em 07 de setembro de 2006   foi   homenageado   na   mesma   cidade,   com   desfile   em   carro   aberto,   sendo recepcionado no palanque oficial da Prefeitura, pelas autoridades municipais. 

Também publicou pela  editora  Novoestilo: A  Lenda  da  Serra  Branca, Auroras  e  Ocasos, Versos  Para  Juliana, Itinerários  Do  Meu  Viver, Versos  Para Amanda,  e O  Tempo  Passa  e  Faço  Versos (Escolhido pela  Câmara  do Livro  da  Academia  Brasileira  de  Pesquisas  e  Estudos Literários,  como  o  melhor  livro  de poesias). 

Outras  de  suas  obras  são: Confidências  de  Um  Rio, Memórias  de  Um  Torcedor Tricolor, Cartas de Um Soldado Desconhecido, O Segredo da Lenda de Jundiá, Vozes do Asfalto e Condomínio X.

Obras inéditas:

Sob o Céu de Brasília

O Resto é Saudade

Fronteiras da Vida e Da Morte

Dois Corações e Um Só Destino

Amanhã de Nossas Vidas

Uma Estória de  Amor  Anunciada

A  Carta  de  Neusa

Inesquecíveis  Encontros (memorialista) 

O Estranho Mundo de Maria Rosa

Tavares  de  Lima  tem  participações  em  inúmeras  Antologias  Literárias:  Recife  e Olinda-PE, Juiz de Fora e Varginha-MG, Foz do Iguaçu-PR, Brasília-DF, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul. 

PRÊMIOS LITERÁRIOS:

Mérito Cultural em Brasília, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e em Garanhuns-PE. 

Editor  de  “JARDIM  NEWS,  EM  REVISTA",  atualmente  em sua  29ª  edição.  Além  da divulgação de trabalhos de poetas e escritores, lançamentos e Eventos Literários, o editor traz biografias de grandes nomes da Literatura Nacional e Internacional. Referências do Centro   de   Estudos   no   Exterior;   Costa   Rica,   Academia das   Ciências   de   Lisboa, Universidade Autônoma de Lisboa (Portugal) e República de Cabo Verde (África). 

Iniciou  atividades como Jornalista  como  Colaborador  de  “A  Tribuna",  semanário  da Arquidiocese  de  Olinda  e  Recife.  Posteriormente,  foi colaborador  no Jornal  do  Commércio,  escrevendo  crônicas  e  artigos. Ao mesmo tempo em  1969,  escrevia  também  para o Diário  de  Pernambuco,  na Página de Cartas à Redação. No Interior do estado , escrevia na Gazeta de Nazaré na  “A  VOZ  de  Olinda", Gazeta  de  Tacaimbó (foi  Diretor  e  Redator), Vanguarda e A DEFEZA de  Caruaru.  Participou  em  vários  Congressos  de  Jornalismo  e  em Congressos   Nacionais   de   Psiquiatria,   e do Congresso Internacional de Psicologia, realizado no Anhembi na capital paulista. Em janeiro e fevereiro de 1974, foi Coordenador de Área do Projeto Rondon no Agreste e no Sertão pernambucano. 

Foi  radialista   (ator   e   produtor   de   novelas,   na Rádio   Clube   de Pernambuco)  na  qualidade  de  rádio  amador,  nos  anos  de  1947  a 1952, comandou o  elenco  do Rádio  Teatro  Acadêmico, formado  por  universitários  da  Faculdade  de  Ciências Econômicas .  Como  Produtor  de  Contos  Radifônicos, atuou,  profissionalmente,  na Rádio  Jornal do Commércio, no Programa Rádio Romance,

Posteriormente dedicou-se exclusivamente à  Literatura e o Jornalismo. 

Trabalhou como servidor federal autárquico, no IAPC, INPS e no INAMPS, como Oficial Administrativo e na Assessoria de Imprensa  do  INAMPS, onde aposentou-se.

Apesar deste currículo invejável, Tavares é uma pessoa simples, gentil com os seus colegas, mantém um trabalho elogiável à frente da "Jardim News em Revista" mostrando o trabalho de seus amigos escritores (na qual me incluo onde pude participar de várias edições), e da divulgação de inúmeros eventos literários. Hoje somos colegas de Diretoria na UBE - PE, merecia esta homenagem como todas as que ele recebeu, parabéns Tavares de Lima que Deus possa prolongar em muitos anos a sua vida, de maneira a continuar a sua missão ao a lado da incansável esposa Dorinha Arruda

 

Fonte: Geraldo Ferraz de Sá Torres Filho

 

 

Pesquisa e Comentários

Luis Eduardo Garcia Aguiar

Poeta - Escritor - Colunista - Pesquisador - Palestrante - Diretor da UBE PE

 

 

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor