Landulfo Almeida - Entrevistado

Landulfo Almeida - Entrevistado

por Shirley M. Cavalcante (SMC)

 

Nascido em Brasília em 1968, LANDULFO ALMEIDA passou sua adolescência e boa parte da vida adulta em Salvador. Graduado em Engenharia Elétrica pela Universidade Federal da Bahia e pós-graduado em Marketing de Serviços, trabalhou como engenheiro de software, foi empresário, professor e executivo. É entusiasta do mercado financeiro e opera na Bolsa de Valores. Apaixonado por ciência, ficção científica e literatura fantástica, procura usar sua experiência eclética e seus diversos interesses para enriquecer suas histórias, criando ambientes e personagens plausíveis e permitindo à imaginação fluir livremente.

 

“Histórias de mistério e aventura com pitadas de sobrenatural ou ficção científica. Preocupo-me sempre em adicionar elementos de reflexão na narrativa, pois acredito que a literatura é também uma forma de expressar minhas preocupações com o mundo.”

 

Boa Leitura!

 

SMC - Escritor Landulfo Almeida é um prazer contarmos com a sua participação no projeto Divulga Escritor. Conte-nos, em que momento pensou em escrever “As Duas Faces do Destino”?

Landulfo Almeida - O prazer é todo meu! As ideias me vêm na forma de imagens, como num filme. Um belo dia eu corria no mesmo lugar onde Bruno e Adrianna, protagonistas da história, se encontram pela primeira vez e a cena do primeiro capítulo do livro me veio à mente. Como na época eu assistia muitos documentários sobre teoria das cordas e universos paralelos o roteiro básico do livro se formou logo em seguida. Chequei em casa e comecei a escrever.

 

SMC - Como foi a escolha do Título?

Landulfo Almeida - Essa é uma ótima pergunta. Na realidade o título original era “Aqueles que Queriam Mudar o Destino”. A ideia era exprimir a busca de alguns personagens por mudar seu próprio destino e, em última instância, o destino do planeta Terra. Ele, porém, foi considerado muito longo por algumas pessoas que opinaram sobre a obra e fui convencido a alterá-lo. “As Duas Faces do Destino” tenta exprimir um pouco desse objetivo do título original e adicionar a ele a dualidade entre os personagens principais. Cada um, a seu modo, acredita que o destino da humanidade está visceralmente ligado ao seu próprio destino, e fará o possível para atingir seus objetivos. Hoje considero o título por demais enigmático. Em uma segunda edição penso em adicionar um subtítulo capaz de deixar claro para o potencial leitor tratar-se de uma trama de aventura e mistério.

 

SMC - O que o leitor encontra de diferencial ao ler esta maravilhosa obra literária que já é um sucesso Nacional?

Landulfo Almeida - “As Duas Faces do Destino” é uma história de mistério e aventura com pitadas de romance, que tem como fio condutor da narrativa a ficção científica. Apesar dessa última observação, o livro se passa quase que totalmente no mundo de hoje. É uma história intrincada e inteligente, embebida em mistério, que, apesar disso, fornece doses crescentes de ação.

 

Diversos elementos podem ser considerados singulares nessa obra. Por se passar em um período relativamente longo de tempo é possível explorar bastante cada personagem e suas complexidades. A transformação sofrida pelo protagonista, as dúvidas e o peso da responsabilidade tem peso relevante na narrativa. Questões como o amor, a amizade e as escolhas que a humanidade tem feito permeiam sutilmente a aventura. Algo atípico na literatura do gênero.

 

Outro diferencial é o tratamento realista dado à ficção. Embora a situação vivida pelos personagens pareça inverossímil, tudo é muito bem embasado e explicado para dar veracidade à trama. Todos os elementos de ficção científica presentes são extrapolações de teorias ou estudos existentes hoje. A expectativa sempre foi transparecer ao leitor que, consideradas válidas determinadas hipóteses, a história poderia acontecer.

 

Outro ponto a salientar é a ambientação. Tento, ao mesmo tempo, prestigiar o Brasil e tornar a obra universal. Assim, a aventura começa em Salvador, mas logo se polariza entre São Paulo e Londres. Com direito a passagens em outros países.

 

SMC - São mais de 80 resenhas positivas sobre “As Duas Faces do Destino” feitas por blogs literários, de que forma podemos encontrar estas resenhas?

Landulfo Almeida - Na página do livro no Facebook

(https://www.facebook.com/AsDuasFacesDoDestino ) existe um álbum de fotos onde foi postada uma imagem para cada resenha. Nela, além de uma frase destacada da resenha, consta a logomarca do blog onde ela foi originalmente publicada. Na descrição sempre pode ser encontrado o link para a resenha completa.

Link para o Albúm:

https://www.facebook.com/media/set/?set=a.158469264312246.1073741825.115360741956432&type=3

 

SMC - Muitos parabéns, pela organização e divulgação da obra. Onde podemos comprar o seu livro?

Landulfo Almeida - O livro pode ser encontrado em muitas livrarias no Brasil, a exemplo das redes Saraiva, Cultura e Leitura. Também é possível encontrá-lo em sites como Submarino, Americanas e semelhantes. Também está disponível em formato digital. Caso o leitor tenham alguma dificuldade, pode entrar em contato comigo pelo meu perfil no Facebook (facebook.com/Landulfo.Almeida) ou pelo e-mail landulfocaa@gmail.com.

 

SMC - Pensas em publicar um novo livro?

Landulfo Almeida - Espero terminar até o fim deste ano a última parte do meu novo romance. Trata-se de uma história repleta de mistério. Uma antiga lenda indígena e pinturas rupestres encontradas em uma gruta escondida na Amazônia são peças do quebra-cabeça que o leitor precisará decifrar. Espero que gostem!

Ainda não tenho data para a publicação, mas deve acontecer em 2015.

 

SMC - Que tipos de textos gostas de escrever?

Landulfo Almeida - Histórias de mistério e aventura com pitadas de sobrenatural ou ficção científica. Preocupo-me sempre em adicionar elementos de reflexão na narrativa, pois acredito que a literatura é também uma forma de expressar minhas preocupações com o mundo.

 

SMC - De que forma divulgas o teu trabalho literário?

Landulfo Almeida - Através do envio de livros para realização de resenhas em blogs literários, divulgação em redes sociais e participação em feiras e eventos.

 

SMC- Como você se vê no mercado literário brasileiro?

Landulfo Almeida - Um escritor iniciante decidido a me fixar no cenário nacional. Tenho ainda muitas histórias para contar. Além disso, acredito que é também papel do autor divulgar a literatura e ajudar a ampliar seu alcance. Para tal desenvolvo e participo de várias iniciativas em conjunto com os colegas escritores Leonardo Barros, Marcelo Hipólito e Janaina Rico. Dentre elas estão os programas disponíveis em meu canal do Youtube (youtube.com/user/LandulfoAlmeida) e a página “Infinito Criativo das Letras” (facebook.com/InfinitoCriativoDasLetras).

 

SMC - Fale um pouco sobre os programas que você apresenta?

Landulfo Almeida - Acho importante ajudar a divulgar a literatura. Por isso, conduzo dois programas disponíveis no Youtube, o “Na Mira dos Autores” e o “Pérolas na Estante”. No “Na Mira dos Autores" um convidado especial a cada quinzena é entrevistado por mim, e pelos autores Marcelo Hipólito, Janaína Rico e Leonardo Barros via google hangouts. Sempre às quintas-feiras, às 19h. De autor para autor, mergulhamos fundo nos livros e no ambiente criativo do convidado. Lycia Barros, André Vianco e Eduardo Spohr (para citar alguns) já passaram por lá.

O “Pérolas na Estante” é o nosso programa de dicas literárias. Meu, de Janaina Rico e Marcelo Hipólito. A cada semana um vídeo novo é postado no youtube, às terças-feiras, no qual comentamos rapidamente sobre os livros que mais curtimos. Com direito a algumas montagens divertidas.

Para encontrar as produções visite e inscreva-se no canal

 youtube.com/user/LandulfoAlmeida.

 

SMC - Quais as melhorias que você citaria para o mercado literário brasileiro?

Landulfo Almeida - Hoje, para o livro se tornar um “best seller”, o investimento em marketing representa percentual grande do valor da publicação e a maioria das editoras prefere optar por dispender recursos em obras internacionais já consagradas. Contudo, os valores de direitos de distribuição de uma obra como essa ampliam também os riscos do empreendimento.

Atentas ao potencial de crescimento do número de leitores no Brasil (apenas 50% dos brasileiros leem livros e a média de leitura é de, aproximadamente, quatro livros por ano para esses leitores) algumas editoras têm lançado selos nacionais e investido cada vez mais em seus autores. Essa mudança de atitude é benéfica, mas precisa ainda ganhar volume. Conseguir bons autores brasileiros em seu portfólio deve fazer a diferença para as editoras no futuro próximo.

 

SMC - Pois bem, estamos chegando ao fim da entrevista, agradecemos sua participação no projeto Divulga Escritor, muito bom conhecer melhor o Escritor Landulfo Almeida, que mensagem você deixa para nossos leitores?

Landulfo Almeida - Queria agradecer à oportunidade de responder a essa entrevista. Perguntas interessantes que me permitem expor opiniões além de possibilitar aos leitores me conhecer um pouco mais. Aproveito também para parabenizar a revista Divulga Escritor pelo belo trabalho que tem feito em benefício da literatura.

Dito isso, sugiro sempre a todos os leitores que não se prendam a nada. Nem à nacionalidade do autor nem ao gênero literário. Uma obra que me marcou profundamente é de um autor Sueco, amei uma história com temática religiosa e adorei obras de gêneros que normalmente não leio. Existem pérolas por aí. É só dar uma chance a elas.

 

Participe do projeto Divulga Escritor

https://www.facebook.com/DivulgaEscritor

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor