Laranja laranjinha - por Fernanda Comenda

Laranja laranjinha - por Fernanda Comenda

 

Laranja laranjinha, lá do meu quintal, que doce que docinha tu és minha laranja.... 
Quando algo doce me apetece e me quero refrescar, apanho-te minha amiga e logo logo te vou saborear!

A tua cor e a cor das tuas folhas já vistas pelos árabes muito antes de Portugal ser Portugal, nem Portucale era, dão-nos vida, esperança e sabor nesta vida e nos fazem crescer...

Sempre, sempre laranjinha os meus olhos a tua imagem têm, no meu nariz o teu cheiro permanece e a minha boca o teu doce contem…

Neste meu quintal, a tua imagem permanece, a tua cor os meus olhos fortalece, o verde que te abraça dos ramos da árvore que é a tua casa, esperança, alegria e amor nos transmite….

Não deixes laranjinha, que o teu legado destruído seja, que a tua honra para sempre esmagada seja, que a cor dos nossos olhos desapareça e que o teu sabor amargo seja!...

Eu quero-te assim como hoje ainda és, que por entre os teus ramos verdes o azul do céu se entreveja, que o olhar de quem te contempla sempre o faças brilhar!

Laranjinha do meu quintal que o meu olhar alcança, que o meu apetite aumentas, que a minha vontade atrais e a minha mão te alcança para num doce elançar eu te acariciar!...

18-07-2013

Laranjinha

 

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor