Lavadeira - por A. Montes

por A. Montes

 

Lava roupa lavadeira
com carinho e coração
Ródia bacia e ladeira
vai descendo o ribeirão
Lava tudo ate esteira
no batedor riachão
E depois que tudo lava
com água fresca e sabão
Coloca a roupa a corar
ali na relva com flor
Tão logo enxagua ao sol
e estende com muito amor
Lava a roupa do menino
que não para de brincar
- preste atenção nessa chuva
que a nuvem está a formar!
Não deixe a roupa já seca
Tomar molho no varal
Depois dessa trabalheira
Moleza é ir p’ros cambal...
lavadeira , olhe a casa
que está toda pra varrer
o terreiro e o pilão
com arroz para socar
‘inda o café pra torrar
e beber depois que coa
E vai fazer o jantar
que a fome n’é coisa boa
Vá dormir agora não
pois tem louça pra lavar
tem também que fazer cama
e o colchão pra forrar
de esperança e de amor
liberdade pra sonhar...
Bom, a noite já passou
Acorda o sol, lavadeira
levanta pra trabalhar.
 

 

Publicado 12/02/2014

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor