Leonardo Marioto - Entrevistado

Leonardo Marioto - Entrevistado

Por Shirley M. Cavalcante (SMC)

 

Estudante do 4° ano de administração pela faculdade UNICEP de São Carlos. Criador do grupo “Pensando fora da caixa” no Facebook e, também criador dos blogs “discutindo Administração” e  “pense fora da caixa.“. Admirador de grandes nomes de sucesso como Bill Gates, Steve Jobs, Peter Drucker, Carl Sagan e outros. Leonardo Marioto em entrevista para o projeto Divulga Escritor, conta-nos um pouco do seu dia-a-dia, de sua trajetória literária, o escritor apresenta-nos algumas dicas de melhorias para o mercado literário brasileiro.

“Muitas pessoas não sabem, mas todo escritor conta a sua vida através da escrita. Um poema. Uma poesia. Um pensamento. Através de um argumento que, ele transpõe em determinado texto, pode se conhecer o indivíduo.”

Boa Leitura!

 

SMC - Escritor Leonardo Marioto, para nós é um prazer tê-lo conosco no projeto Divulga Escritor, conte-nos como é conciliar o trabalho, estudos, projetos no dia-a-dia? Estou curiosa para conhecer um pouco sua rotina.

Leonardo Marioto - Olá Shirley. Eu que agradeço esta oportunidade sua de divulgar não só o meu, mas o trabalho de todas as pessoas pensantes que tentam, de alguma maneira, expressar suas idéias, pensamentos e sentimentos no papel.

Não é muito difícil conciliar o trabalho, estudos e outros projetos no dia-a-dia. Acredito que você tem de criar um roteiro para o seu dia e, mais do que isso, colocar este roteiro no papel. Às vezes quando me perco nas tarefas abro o meu Post-it aqui no computador, crio uma enorme anotação colocando-as em ordem de prioridade. Fazendo isto percebo que consigo resolver os problemas no tempo certo, de maneira mais racional e ajuda-me a concentrar no que tem de ser feito. E como não poderia me esquecer, tenho amigos no blog que me ajudam nas tarefas do dia-a-dia.

SMC - Que tipos de textos você escreve? Que temas você aborda?

Leonardo Marioto - Comecei a escrever sobre administração em um antigo blog. A motivação para escrever deu-se pelos estudos. Lá pelo segundo ano do meu curso de administração, comecei a me interessar por gestão de pessoas, empreendedorismo, liderança. No entanto percebi que, apenas, só a leitura, era muito pouco para aprofundar o conhecimento teórico, por isso, resolvi começar a estudar e a escrever com as minhas palavras o que entendia sobre o assunto. Tive a idéia de fazer um blog para divulgar os meus escritos e ajudar outras pessoas interessadas no assunto. Infelizmente depois de 1 ano de trabalho, todo o meu blog foi excluído pelo servidor – até hoje não sei o motivo. Então criei outro blog com o meu nome (www.leonardomarioto.com) quando comecei a escrever sobre administração e reflexões. No entanto depois de mais ou menos 1 ano e meio, os assuntos de administração com as reflexões começaram a ficar muito divergentes, daí resolvi excluir por vontade própria o blog - agora com as publicações todas salvas – e criar o “pense fora da caixa.” juntamente com outros autores e, um outro blog sobre administração, mas que no momento está um tanto quanto inativo.

Atualmente escrevo sobre as minhas elaborações pessoais. Coisas que quando escrevo me ajudam a incorporar mais anda o que eu penso a respeito de determinado assunto, aumentando assim, meu autoconhecimento. Escrevo sobre nossa responsabilidade perante a vida, o mundo e as coisas ao nosso redor. Escrevo também sobre religião, alienação e entre outras coisas. Mas se você olhar o pano de fundo dos textos sempre estará presente de forma mais explícita ou não, a nossa responsabilidade sobre a nossa vida; o parar de culpar o outro por problemas pessoais; o parar de responsabilizar, tanto erros, ou fracassos, em cima do natural e sobrenatural. O último texto que escrevi “Tem gente que acorda para continuar dormindo” reflete um pouco o que estou querendo dizer.

SMC - Qual o público que você pretende atingir com o seu trabalho? Que mensagem você quer transmitir para as pessoas?

Leonardo Marioto - Acredito que meu público específico seja qualquer pessoa que não esteja no mundo para continuar dormindo. Tento transmitir o quão satisfeito consigo mesmo sentimos, quando descobrimos que a responsabilidade pela nossa vida é nossa. Não acredito em rezas – apesar de acreditar em deus como sendo algo inexplicável - ou pensamentos positivos/negativos e etc. Acredito na capacidade do ser humano. Na vontade de “ser alguém” na vida que, na minha concepção, “ser alguém” é o sinônimo de se conhecer – perder nossas alienações o quanto pudermos - e fazermos o que nos interessa. Acredito que temos qualidades e defeitos, e que não há demonstração maior de humildade, em assumir estas características humanas.

SMC - Quais são as suas referências literárias? Que autores influenciaram em sua formação como escritor?

Leonardo Marioto - Minhas referências literárias estão se expandindo com o tempo. Comecei a ler e a escrever a cerca de 2 anos e meio atrás. Tomei muito gosto e, por isso, continuei me dedicando. Gosto de ler o astrofísico Carl Sagan, o sociólogo Zygmunt Bauman, a filósofa Marilena Chauí e os escritores e professores Peter Drucker – já falecido – e Idalberto Chiavenato da área de administração. Tenho também como referências não literárias, mas pessoais, o inventor e empresário Steve Jobs e o fundador da Microsoft, Bill Gates. Minha admiração por estes 2 nomes em especiais, se dá pela implicação, ou seja, pelo envolvimento deles com a vida. Eles criaram coisas e, mais do que isso, eles gostavam do que faziam, ou seja, tudo aquilo havia sentido para eles.

SMC - De que forma você, hoje, divulga o seu trabalho como escritor? Como o leitor, que desejar, deve fazer para entrar em contato com você?

Leonardo Marioto - Hoje divulgo meu trabalho através do blog penseforadacaixa. utilizando as mais diversas formas como rede sociais, otimização de conteúdo (Google) e boca-a-boca. Temos um grupo no Facebook chamado “pensando fora da caixa” onde divulgamos nosso trabalho e abrimos espaço para que outras pessoas expressem suas ideias.Os meus e-mails para contato são penseforadacaixa@hotmail.com e leonardomarioto@hotmail.com.

SMC - Leonardo, você hoje é administrador do site “Pense Fora da Caixa” o mesmo tem página em Facebook, grupo, como é administrar esse tão maravilhoso projeto? Que tipos de trabalho são divulgados pelo projeto?     

Leonardo Marioto - É muito gratificante fazer parte destes projetos e, mais do que isso, ideiais que me surgiram e estão gerando muitas satisfações. Como tinha dito, eu possuía um blog pessoal com o meu nome e mesmo sabendo que iria ter que começar tudo do zero, decidi excluí-lo e criar outro projeto, porém poderia juntar diversas pessoas que compartilhavam e compartilham com os mesmos pensamentos que, como no slogan do blog tem o objetivo de “empurrar a raça humana para frente”. Nós divulgamos textos e há pouco tempo estamos expandindo as outras formas de expressar a arte, criando um espaço chamado “Artes do pense” onde são postados desenhos, fotografias e vídeos de nossa autoria. E pretendo aumentar ainda mais estas outras formas de arte, mas tudo isso virá com o tempo.

SMC - Quais são seus projetos literários? Você pretende publicar um livro?

Leonardo Marioto - Como disse anteriormente, comecei a escrever há pouco tempo. Não me passou pela cabeça, ainda, em publicar algum livro. Mas quem sabe. Tudo tem seu tempo.

SMC - Quais as melhorias que você citaria para o mercado literário no Brasil?

Leonardo Marioto - A cultura da leitura no Brasil está andando a passos lentos. Entretanto está. Eu mesmo comecei a ler a pouco tempo. Meu curso de administração inspirou-me a leitura de relações humanas, que por aí, fui conhecendo e gostando de outros temas e autores. Acredito que o que eu, você e outras tantas pessoas já fazemos, como escrever, divulgar e etc., já é um grande passo para aumentar cada vez mais a leitura e, assim, melhorar o mercado literário brasileiro. As redes sociais estão aí. Para isso criei o grupo “pensando fora da caixa”. Muitas pessoas não sabem, mas todo escritor conta a sua vida através da escrita. Um poema. Uma poesia. Um pensamento. Através de um argumento que, ele transpõe em determinado texto, pode se conhecer o indivíduo. Mas infelizmente, a maioria dos internautas contam suas vidas no Facebook e, em outras redes sociais, de maneira grosseira. Há várias formas de você expressar algo. Certa vez, disse para um amigo: “As pessoas se abrem e saltam de pára-quedas no Facebook. Eu também salto, mas ao invés de usar um pára-quedas colorido, eu pulo com um em preto e branco.

SMC - Pois bem, estamos chegando ao fim da entrevista, agradecemos sua participação no projeto Divulga Escritor, muito bom conhecer melhor o Escritor Leonardo Marioto, que mensagem você deixa para nossos leitores?

Leonardo Marioto - Quero agradecer primeiramente a oportunidade Shirley por estar aqui. A mensagem que gostaria de deixar era que, nós homens, se preocupemos mais com questões maiores. Nosso mundo passa por tantas questões sociais, científicas, religiosas, econômicas. Há tantos problemas para serem corrigidos. Há tantas coisas boas como o conhecimento, afetos, amizades, a procura pela nossa evolução, a busca pelo autoconhecimento que tornam ridículas discussões como, por exemplo, a cor de sua pele ou sua orientação sexual.  

 

     Participe do projeto Divulga Escritor

      https://www.facebook.com/DivulgaEscritor

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor