Liberdade! Cadê você? - por Daniela Gebelucha

Liberdade! Cadê você? - por Daniela Gebelucha

Liberdade! Cadê você?

 

Naquelas manhãs frias

A neblina fazia-lhe companhia,

Caminho longo a trilhar,

Era um tempo de agonia

Para um povo que no passado sorria!

 

Passos atentos, fazendo trilha,

Respirações ofegantes

Não conhecendo aquela terra

Que os aprisionou em instantes!

 

Resta-lhes a fuga

Pelas matas intocáveis

Caminhando em passos largos

Na busca da liberdade!

 

No corpo, marcas dos castigos.

Na alma, cicatrizes e ferimentos.

Feridas e dores,

Que sangraram por muito tempo!

 

O som das chicotadas

Entoam na lembrança

De um povo que sofreu tanto

Sempre lutou com esperança!

 

Liberdade!

Palavra instinta?

Seres humanos não são propriedades!

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor