Linguagem Icônica - por Mirian M. de Oliveira

Linguagem Icônica - por Mirian M. de Oliveira

LINGUAGEM ICÔNICA

Mirian Menezes de Oliveira

 

Não há novidade no fato de que o mundo está cada vez mais conectado e, ao mesmo tempo, desconectado. Se optarmos pelo método analítico de Aristóteles, é oportuno dizer que cada um deve permanecer em seu quadrado...“analítico” (Não estou me referindo à letra do Funk, mas acho que também se enquadra!). Segundo o silogismo, “A” e “Não-A” são, obviamente, e sem redundâncias, conceitos contraditórios. Tudo o que existe e, que é possível, pertence ou ao conjunto A, ou ao conjunto Não-A”. Dessa forma, a frase “Ser, ou não ser, eis a questão”, pronunciada pelo personagem Hamlet, de Shakespeare, cabe, perfeitamente no contexto.

Embora tenha me utilizado de todo este preâmbulo, na verdade, somente algumas coisas me incomodam, no contexto do século XXI: a capacidade de estarmos juntos e separados e a interpretação distorcida de discursos, aparentemente, claros.

Nunca foi tão difícil conviver nesta Torre de Babel, em que seres humanos articulam, perfeitamente, seus signos linguísticos, mas, ao mesmo tempo,os interpretam, segundo seus “eus”.

Somos poliglotas, dentro de um mesmo idioma e isso não se deve ao desconhecimento da Língua, mas... Deixem para lá!

Para que esta crônica não se torne mais “chata” do que já está, irei direto ao assunto: Que tal adotarmos a linguagem icônica dos animais?

Num dia desses, deparei-me com um belo filhote de gato e, pelo olhar, ele me disse tudo o que gostaria de obter de mim. É lógico que ele caprichou na linguagem e acrescentou um “MIAU”. Este bichinho indefeso não só transmitiu sua mensagem, como me motivou a escrever esta crônica. Olhei, diretamente, para seus olhos, e entendi tudo.

Pensei que seria interessante adotar esta técnica de olhar nos olhos e, caso a comunicação ainda apresente interferências e interrupções, adotar uma expressão sonora icônica... quem sabe... MIAU?!

Já pensaram?!

Diálogos possíveis, ou impossíveis:

_ Você está triste hoje?

_ MIAU!

_ Com dor de barriga?

_ MIAU!

_ Vamos sair hoje à noite?

_ MIAU!

_ A vaga da Empresa é sua!

_MIAUUUUUUUU!

_ Vamos almoçar?!

_ MIAU!

Não seria mais simples?

Pensando melhor... isso deixaria os escritores em má situação! Pura bobagem, de quem adora uma crônica! Já pensaram no caos?

A tradução para este texto seria: MIAUMIAUMIAUMIAUMIAUMIAUMIAUMIAUMIAUMIAUMIAUMIAUMIAUMIAUMIAUMIAUMIAUMIAUe quem sabe um AUAU,  no final. Até rimou!

Melhor mesmo é rever a situação da TORRE DE BABEL, já que não falamos a linguagem icônica dos animais e temos que driblar os signos linguísticos. Que tal assumirmos nossa natureza complexa?!

Boa solução?!

 

Nota explicativa: Além da comunicação com o gato, quaisquer semelhanças com o mundo real, ou fatos reais, são meras coincidências. Peço, por gentileza, ao senhor POLITICAMENTE, CORRETO, que vá procurar sua turma! OPS! Isso não era para entrar na nota... Que gafe! Agora já foi! Ah! Este texto também é ficcional, caso não tenha ficado explícito... MIAU... AU...AU! BOM DIA! BOA TARDE! BOA NOITE! OBRIGADA, LEITOR!

 

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor