Luiz Carlos Dias - por Eduardo Garcia

Luiz Carlos Dias - por Eduardo Garcia

LUIZ CARLOS DIAS

 

Poeta, compositor, declamador e produtor cultural, é filiado à União Brasileira de Escritores–UBE, à Associação Brasileira de Música e Artes–ABRAMUS e membro voluntário da Seção Braille da Biblioteca Pública do Estado de Pernambuco–BPE. Publicou dois livros de poesia em parceria: Universos (CEPE, 1997) e Iluminados (Recife, 1999).

Em 2005 publicou “Luzes do Quotidiano” (Edições Bagaço), com transcrição Braille (BPE, 2006); em 2014, publicou o livro poético “VÁ...!” Através do FUNCULTURA Tem poemas publicados nas antologias: Metamorfoses (AILA, 2005), Marginal Recife 5 (FCCR, 2007) e Programa Quarta as Quatro (UBE, 2009).

Coordenou a publicação de vários Livros

Produziu CDs, é compositor e participou de inúmeros recitais poéticos musicais

Em 2012, a convite do escultor J. Maciel escreve em parceria com o poeta José Evangelista, o Cordel “BRASIL/NORDESTE: Do Litoral Ao Sertão”, baseado na exposição de esculturas, em alumínio fundido reciclado, BRASIL/NORDESTE: Do Litoral Ao Sertão, realizada no Aeroporto Internacional dos Guararapes – Gilberto Freyre.

 

Coordenador dos Livros:“Legado da Alma – Crônicas e Versos”, de Nivaldo Lemos; “Anjos-Poetas” e “Deflorando os Horizontes”, de Fernanda Jardim; “Primícias: Versos & Epigramas” e “Blues de Primavera”, de Geraldo D’Almeida Alves; “Amanhecer (Versos Brancos)”, de Sevy Nascimento, “Vermelho – Realidades e Utopias Num Punhado Eclético de Poesias”, de Silvano Burgos e “Napoleão Bom de Arte” (conto), de Osvaldo Araújo.

 

Em 2003, participa do ll Colóquio de Literatura Brasileira da FUNESO: “(Re) Vivendo Pernambuco”, através do Departamento de Letras da FUNESO, sob a coordenação do poeta e professor José Bezerra de Lemos, realizado pela Associação Sociocultural dos Docentes do Ensino Superior da FUNESO-ASCDESF, nos dias 17 e 18 de outubro, no Teatro Fernando Santa Cruz (Mercado Eufrásio Barbosa), Olinda-PE, participando da mesa redonda em defesa da Poesia. É em 2003 que se filia à União Brasileira de Escritores - UBE.

 

Em 2004, participa do lll Colóquio de Literatura Brasileira da FUNESO: “João Cabral, o homem e o poeta”, sob a coordenação do docente José Bezerra de Lemos, realizado na Livraria Cultura, no período de 24 a 26 de novembro, integrando a mesa redonda “Poesia do Realismo Urbano x Poesia Cabralina”. 

 

Em 2008, assina a produção executiva do CD “Bafunga poemas forrozados” (produção independente), do violonista, compositor, arranjador e intérprete Isaac Sete Cordas. No mesmo ano, em 21 de junho, coordena o show “Bafunga poemas forrozados”, realizado no São João do Recife do Sítio da Trindade, com patrocínio da Prefeitura Cidade do Recife.

 

Em 2011, assina a produção executiva do CD “Perfil Nordestino 25 Anos”, assinando também, como letrista,duas faixas e participando da terceira faixa, com o poema autoral “Enlevo”. O referido CD é comemorativo aos 25 anos de carreira do violonista, compositor, arranjador e intérprete Isaac Sete Cordas.

 

Ainda, em 2011, participa ao lado do músico Isaac Sete Cordas, na Escola Estadual Almirante Tamandaré, do recital poético-musical, no encerramento da oficina do micro projeto “Território de Paz – Cordel no Bairro de Santo Amaro – Recife-PE”, do Ministério da Cultura – MinC, coordenado pela professora Cristiane Alves Rodrigues Gamboa Batista.

 

Em 2012, a convite do escultor J. Maciel escreve em parceria com o poeta José Evangelista, o Cordel “BRASIL/NORDESTE: Do Litoral Ao Sertão”, baseado na exposição de esculturas,em alumínio fundido reciclado,BRASIL/NORDESTE: Do Litoral Ao Sertão, realizada no Aeroporto Internacional dos Guararapes – Gilberto Freyre, no período de agosto e setembro. Assina juntamente com o escultor J. Maciel a produção executiva do álbum “Natureza Instrumental”, do artista Isaac Sete Cordas, lançado no encerramento da referida exposição (14/09/12), no saguão de desembarque do Aeroporto Internacional dos Guararapes – Gilberto Freyre, Recife-PE.

 

Ainda, em 2012, lança o CD “Fábrica de Sonhos poemas falados”, em parceria com a OSCIP Diálogos e Produção & Arte, na Vlll Festa Literária Internacional de Pernambuco – FLIPORTO – realizada no período de 15 a 18 de novembro, no estande da Secretaria de Patrimônio e Cultura de Olinda - SEPAC, e coordena o “Sarau Porto em Poesia”, com vários lançamentos e pré-lançamentos de livros de autores locais.

 

Em 2013, lança o Cordel “A História do Cordel em Cordel” (com transcrição Braille), escrito em parceria com o poeta cordelista José Evangelista, na “l Festa Literária Internacional do Ipojuca – FLIPO”,realizada entre os dias 12 e 15 de setembro, no Centro de Convenções Peixe na Telha, em Porto de Galinhas - Ipojuca-PE.  O referido Cordel também foi lançado, no dia 13/10/2013, na “lX Bienal Internacional do Livro de Pernambuco”, na Plataforma de Lançamentos da União Brasileira de Escritores - UBE.

 

Em 09/05/2014, coordena o recital lítero-musical “Tertúlia Pernambucana”, juntamente com os poetas Zed’Melo e José Evangelista, comemorativo aos 162 anos de fundação da Biblioteca Pública do Estado de Pernambuco - BPE.

 

Em 03/07/2014, realiza o lançamento do livro “VÁ...!” (Fundo Pernambucano de Incentivo à Cultura– - FUNCULTURA / Governo do Estado de Pernambuco), no hall da Biblioteca Pública do Estado de Pernambuco - BPE.

 

Em 29/08/2014, realiza o lançamento do livro “VÁ...!” (em coletivo) juntamente com o Cordel “Eduardo Campos Um Homem de Qualidade”, de José Evangelista, na Biblioteca Pública de Olinda.

 

Em 31/10/2014, participa como convidado palestrante e poeta recitador da “l Semana da Leitura Aprendiz Legal”, com a poetisa Tamires Drielly e os poetas Sérgio Leandro de Lima e José Evangelista, evento esse realizado no Centro de Integração Empresa Escola de Pernambuco -CIEE/PE.

 

Em 15/11/2014, lança em parceria com a professora braillista Anna Martha Dias o “Cordel das Águas” (com transcrição Braille). Coordena vários lançamentos de livros na “X Festa Literária Internacional de Pernambuco – FLIPORTO”, entre os dias 14 e 16/11, no estande da Secretaria de Patrimônio e Cultura da Prefeitura de Olinda–SEPAC, na Biblioteca Pública de Olinda.

 

Em 06/12/2014, coordena juntamente com os poetas Zed’Melo e José Evangelista a “Festa dos Amigos do CTC”, da ONG Centro de Trabalho e Cultura, na sede da Instituição, situada no Bairro dos Coelhos, Recife-PE, reunindo artistas de diversos segmentos da arte.

 

Em 13/12/2014, realiza o lançamento do livro “VÁ...!”, em coletivo com o livro “Pão em Poesia”, de Mônica Siqueira e o Cd “Nostalgia”, de Madalena Castro, no 20º aniversário do Espaço Cultural Cavalo Marinho, no Bairro do Guadalupe, em Olinda-PE.

 

Em 30/12/2014, participa como poeta convidado da Edição Especial do Festival Cena Brasil, promovido pela Produção & Arte e OSCIP Diálogos, realizado no Bairro de Ouro Preto, Olinda-PE.

 

Em 28/02/2015, participa como poeta convidado do recital poético no CEFAPE - Centro de Filosofia Águas Perenes, em Camaragibe-PE.

 

Em 28/03/2015, coordena o lançamento do livro “Coletânea de Cordel 4x1” (Fundo Pernambucano de Incentivo à Cultura - FUNCULTURA / Governo do Estado de Pernambuco), na Biblioteca Pública de Olinda.

 

Em 24/04/2015, coordena o recital “Tertúlia Pernambucana”, comemorativo aos 40 anos de poesia de José Evangelista, com a publicação do seu livro “Coletânea de Cordel 4x1”, no anfiteatro da Torre Malakoff, Recife Antigo-PE. 

 

Em 13/12/2015, participa como poeta recitador convidado do Festival Cena Brasil (Edição 2015), promovido pela Produção & Arte e OSCIP Diálogos, realizado no Coreto da Praça do Carmo, Olinda-PE.

 

Em 17/12/2015, coordena o lançamento do livro poético “Sons do Casulo”, do Reitor da UNIPOPNE Jardson Gregório Silva, na Biblioteca Pública de Olinda.

 

Em 09/02/2016, participa como poeta recitador do show “Batuques & Catembas”, de Isaac Sete Cordas, na programação oficial do carnaval de Olinda, realizado no Polo Salgadinho, em Olinda-PE.

 

Em 2016,  escreveu em parceria com o poeta José Evangelista os Cordéis “A Universidade Popular do Nordeste - UNIPOPNE” e “Valores Pernambucanos: Ari de Arimatéa e Isaac Sete Cordas”.

 

Fonte: O autor

 

De

MARGINAL RECIFE

 

Organizadores: Valmir Jordão e Lara

Recife: Prefeitura do Recife, Secretaria de Cultura,

Fundação de Cultura da Cidade do Recife, 2007

92 p  ( Coletânea poética 5 )

 

Gentilmente cedido por Silvio Hansen

 

Medo

 

Tenho medo das mãos humanas,

mãos imprevisíveis nos gestos:

 

hábeis no sentido da amabilidade,

ágeis instrumentos de atrocidades.

 

Tenho medo da inconstância do ser,

insensato ser no agir impulsivamente,

raro animal, racional, intelectual,

mau animal que mata o ser sem fome ter.

 

De que serão as minhas mãos capazes,

se o meu coração não mais consentir

comandá-las... adestrá-las?

 

Não são castas as minhas mãos,

porém, são mãos que escrevem sonhos —

a ficção ausente de medo: poesia.

 

 

Poema das cores

 

                   a Sérgio Leandro

 

Vejo-te colorido de luzes

nas cores da noite estrelada

a recitar amarelo verso de outono,

 

Vejo-me de luzes coloridas

na relva que deito e amanheço

na Poe-Leandra cantante.

 

Nas luzes de ardente alvorada

passo o pão com as mãos-servas

às mãos-cores que o poema enaltece.

 

 

Grande talento, dispensa comentários, atividade cultural intensa, parceiro de todos os poetas e músicos, colaborador pertinaz.

 

 

Texto Pesquisa Comentários

 

Luis Eduardo Garcia Aguiar

Escritor – Jornalista – Diretor de Comunicação da UBE

DRT 6006/PE

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

        

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor