Mãe - por Dilson Macedo

Mãe - por Dilson Macedo

MÃE

 

Um Ser que soube tirar as correntes de dores que precisavam de seu carinho. Mesmo descriminada, jamais se entregou, lutou, rompeu barreiras mostrou esforços de sua prisão que era mantida sob um trabalho árduo de cuidar de todos, de uma casa, cuidar do meu pai também com Jesus na Espiritualidade e de todos os filhos.  O tempo avançou, com a vinda de Jesus, a mulher teve já os primeiros passos de liberdade das correntes que prendiam laços de escravidão.

Com a sua bondade infinita jamais faltou em todos os nossos momentos como conduzir cada etapa da vida. Mesmo depois de todo o trajeto de uma juventude desajustada pelos ensinamentos que o mundo estava doando, o bom filho volta, à casa maternal, idade talvez com mais de 40, 50 ou mais anos, e como necessita do carinho da mãe, com paciência, abnegação, caridade, põe em prática tudo que foi ensinado pelo Mestre Jesus onde a peça fundamental foi e sempre será o AMOR.

O amor de mãe sempre perdoa, jamais culpa, condena, somente pratica a mais pura caridade em forma de um amor divino.

Você já partiu há três anos para junto de Jesus, mas deixou marcas em nossas tendências materiais e espirituais, em que sabemos, o seu eterno amor jamais faltará para os nossos ajustes de vidas aqui na Terra.

Mãe, amamos você!  Por tudo que nos ensinou. Exemplificou e todos nós somos pessoas que estão sabendo como se valorizar, conduzir missão de vida perante a luz divina do nosso grande amigo Jesus. Obrigado mãe e sentimos que jamais nos deixou sozinhos aqui na Terra, pois sua presença tem sido constante em todas as nossas dificuldades, dores, aflições e alegrias.

Dilson Macedo em nome de todos seus filhos e meus queridos irmãos.  12 de maio de 2017 

 

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

        

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor