Maria de Fátima Soares - Entrevistada

Maria de Fátima Soares - Entrevistada

 

Por Shirley M. Cavalcante (SMC)

 

Maria de Fátima Rocha Almeida Soares nasceu em Lisboa. É mãe de duas filhas, para quem inicialmente começou a escrever. Tem ao todo treze livros publicados. Poesia, romance, ficção e infantil. Muitas colectâneas em que é co-autora. Tem sido entrevistada e os seus poemas lidos, em várias rádios locais. Participa em algumas tertúlias de poesia e em diversos projectos para os quais é convidada. Revista LICUNGO (CEMD) - 5º Festival Grito de Mulher.  VIII Encontro de Escritores Moçambicanos na Diáspora. Site Puta Letra. Colabora com a Literarte que representa. É membro da Academia de Letras e Artes de Fortaleza. Também da Academia de Cabo Frio. Foi convidada para fazer parte da UBT União Brasileira de Trovadores. É a Presidente do Núcleo Académico de Artes de Lisboa. Recebeu vários prémios de poesia ao longo do seu trajecto literário.

 

“Acreditarmos no poder do amor. Para lá de todos os reveses que surgem e fazem com que as personagens principais se aproximem, ou distanciem…”

Boa  Leitura!

 

 

Divulga Escritor - Escritora Maria Fátima Soares, é um prazer contarmos com a sua participação no projeto Divulga Escritor, conte-nos o que a motivou a escrever o seu livro “Do inferno também se volta”?

Maria de Fátima - O prazer é meu. Muito obrigada. Este livro foi escrito no fim de 2009, princípios de 2010 (face os acontecimentos da altura) que são actuais, infelizmente. Surgiu, precisamente, devido aos muitos protagonistas em quem geralmente, não pensamos e que são responsáveis por fazer-nos chegar a notícia, mesmo que dêem a vida pela causa em que acreditam. Assim, sendo, estabeleci um hipotético envolver emocional e romanceei um pouco os factos, que na altura ocorreram mesmo. Daí a ideia de escrever uma história simples, ao redor do acontecido.

 

Divulga Escritor - Quais os principais desafios para construção do enredo?

Maria de Fátima - Primeiro o tema em si. Aquilo sobre o que se quer escrever. Depois, aprofundar o melhor possível, (dentro das minhas possibilidades de pessoa fora do meio) tudo que diga respeito ao assunto, abordado, tentando ser o mais fiel possível, às fontes que fui pesquisando e à sua veracidade, para desenvolver a história. Seguidamente a escolha dos personagens. A sua caracterização e entrosamento. Não descuidar os pormenores, que ainda assim, podem passar-nos sempre apesar do máximo cuidado e tornar alguma passagem menos coerente. Ler! Voltar a ler. Dar, a ler. Tentar fazer o melhor. É sempre um trabalho ingrato, atrevermo-nos a fazer alguma coisa que alguém, infalivelmente, criticará a seguir, mesmo que a crítica nos ajude a melhorar.

 

Divulga Escritor - De que forma estes desafios foram superados?

Maria de Fátima - Francamente, não sei muito bem se consegui. Talvez só venha a saber depois de ele ser lido e avaliado por diversas pessoas, com direito às suas opiniões diferentes e aí… também é um pouco angustiante a espera sobre o que os outros pensam, ou sentiram. Um livro pode ser um sucesso ou um fracasso, por isso mesmo, além de nos ter dado gosto escrever e acharmos que conseguimos alcançar o pretendido. Uma coisa é certa! Estou muito contente por ele ter sido sujeito a três editoras e todas o terem achado viável. Isso é, pelo menos, gratificante.

 

Divulga Escritor - De forma geral qual a mensagem que você quer transmitir ao leitor através desta obra?

Maria de Fátima - A mensagem é muito abrangente. Acima de tudo? Fé! Esperança e perdão. Mas de entendimento. Sem ele não se vai a lado nenhum. Acreditarmos no poder do amor. Para lá de todos os reveses que surgem e fazem com que as personagens principais se aproximem, ou distanciem… das pequenas crises de identidade, orgulho e mais sentimentos adversos, com que nos deparamos. Também. nas nossas vidas e nos deixam azedos (que não têm sentido nenhum) porque no fim não valem nada, o amor, acredito, move montanhas. Faz girar o mundo e sermos melhores. Por amor sublimamo-nos. Ninguém é feliz sozinho, rejeitando os outros. Escolhendo o ressentimento, a mágoa e o ódio como caminho.

 

Divulga Escritor - Conte-nos sobre o lançamento, quando, onde será?

Maria de Fátima - O lançamento será em Lisboa no dia 29 de Novembro, (domingo) pelas 15,30m nas Galerias Fórum Tivoli, pela editora Chiado a quem muito agradeço, nas pessoas dos seus/suas colaboradores(as) todo o carinho e simpatia. O grande profissionalismo e toda a ajuda que me tem disponibilizado, ao longo de todo o processo de edição do livro. Terá como apresentador o meu grande amigo, poeta, Emanuel Lomelino que é uma pessoa que prezo muito e me deu muita alegria ao ter aceitado o meu convite.

 

 

Divulga Escritor - Se alguém desejar comprar o livro como proceder?

Maria de Fátima - Poderá adquiri-lo por correio electrónico directamente para mim, caso queira que lho envie via correio, com uma pequena dedicatória e autografado, depois da sessão de apresentação. E claro, que o pode fazer presencialmente no dia da apresentação. Sempre e em qualquer altura, junto da editora e nas livrarias onde será posto à venda, bem como online, nos sites habituais que irei informando quais são.

 

Divulga Escritor - Pois bem, estamos chegando ao fim da entrevista. Muito bom conhecer melhor “Do inferno também se volta”. Agradecemos sua participação no projeto Divulga Escritor. Que mensagem você deixa para nossos leitores?

Maria de Fátima - Eu é que agradeço ao Divulga Escritor pela grata oportunidade de dar a conhecer o meu livro. Foi muito bom voltar a estar convosco. É sempre um prazer colaborar. A minha mensagem para todos os leitores é simples. Vivam a vida a cada dia, com a intensidade e gratidão de ter acordado para mais um, em que as possibilidades que nos são oferecidas são inúmeras. Que as nossas escolhas sejam sempre as melhores. Nunca, ou raramente façam sofrer alguém propositadamente. Nunca se deitem menos felizes ou de bem convosco, se vos magoaram ou algo ficou por dizer. Quando temos alguém ao lado, damo-lo por adquirido, mas nunca sabemos se no dia seguinte vai estar lá. Amem, muito! Perdoem, sem se acharem fracos. Perdoar é bom. Tira-nos um peso de cima e distingue-nos da maioria. E sejam muito felizes!

 

 

Participe do projeto Divulga Escritor

https://www.facebook.com/DivulgaEscritor

Contato: divulga@divulgaescritor.com

 

Imagem de apresentação da entrevista

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor