Maria Estela Ximenes - Entrevistada

Maria Estela Ximenes - Entrevistada

por  Shirley M. Cavalcante (SMC)

 

Maria Estela Ximenes desde pequena soube que queria a sua vida cercada de livros. Na adolescência, iniciou a sua carreira profissional na área da Educação, fez Magistério, graduou-se em História e Pós-graduação em Gestão do Processo Ensino Educação. Atualmente é professora da Prefeitura de São Paulo, onde exerce dois cargos. É nas horas livres que o contato com os livros se efetiva de maneira particular e especial; são inúmeras páginas percorridas por seu olhar, páginas singulares, capazes de   estimular a imaginação. É sob a influência da imaginação  que ela  escreve, sobretudo crônicas, gênero interessante. Escreve para sites, antologias, é autora do livro um Pindaíba nunca está sozinho, e já vislumbra a publicação de outro, porque os livros e a escrita não são mera opção em sua vida, mas essencial. 

 

“Sempre achei interessante a expressão “estar na pindaíba” e pesquisando detalhadamente constatei que pindaíba também é um fruto, o que me permitiu fazer analogia entre as características do fruto e a pessoa que vive em constante crise financeira. O nascimento do título se deu pelo fato de que é farto o universo dos endividados, logo, um pindaíba nunca está sozinho.”

 

Boa Leitura!

 

SMC - Escritora Maria Estela Ximenes é um prazer contarmos com a sua participação no projeto Divulga Escritor, conte-nos o que a motivou a ter gosto pela escrita?

M. Estela - Primeiramente gostaria de agradecer a oportunidade de participar do Projeto Divulga Escritor. Desde a tenra idade, os livros exerceram um encantamento e papel fundamental em minha vida, consequentemente, acredito que o hábito da leitura estimulou a pratica da escrita.

 

SMC - Que temas você aborda em seu livro “Um pindaíba nunca  está sozinho”?

M. Estela - As crônicas reunidas no livro abordam o consumo desenfreado das pessoas em diferentes situações, o que resulta num estado constante de endividamento. Ressalta situações que nos permitem refletir o quanto vivemos atrelados ao dinheiro sem necessariamente alcançarmos a satisfação.

 

SMC - Como foi a construção dos textos que compõe esta obra?

M. Estela - Fazendo a releitura da sociedade atual. Um dos fatores que me fazem apreciar e escrever crônicas é a proximidade com o cotidiano das pessoas, os cenários e as situações coincidem com aquele assalariado que conta moedas ao final do mês, o aposentado que liquida o seu salário com medicamentos, um colecionador de moedas que vendeu a sua coleção para pagar as dívidas, a mulher que queimou seus cartões de crédito, a outra que foi  olhar a vitrine da loja e acabou saindo com sacolas de compras.

 

SMC - Como surgiu o Título?

M. Estela - Sempre achei interessante a expressão “estar na pindaíba” e pesquisando detalhadamente constatei que pindaíba também é um fruto, o que me permitiu fazer analogia entre as características do fruto e a pessoa que vive em constante crise financeira. O nascimento do título se deu pelo fato de que é farto o universo dos endividados, logo, um pindaíba nunca está sozinho.

 

SMC - Onde podemos comprar o seu livro?

M. Estela - O livro pode ser adquirido nas Livrarias Asabeça, Martins Fontes e Livraria Cultura. 

 

SMC - Qual a principal mensagem que você quer transmitir ao leitor através de seus textos literários?

M. Estela - Atualmente, vivemos em uma sociedade que corre contra o relógio no intuito de realizar todas as tarefas do dia. Espero que o leitor ao folhear o meu livro, possa dar uma pausa na rotina atribulada e através de uma leitura descomplicada, tenha momentos de distração.

 

SMC - Quais os principais hobbies da escritora Maria Estela Ximenes?

M. Estela - Ler e escrever! rs aprecio também ouvir uma boa música, viajar por diversos lugares observando a dinâmica do mundo, interagindo com a diversidade cultural. 

 

SMC - Pensas em publicar um novo livro?

M. Estela - Sim, a prática (aprendizado) da escrita faz parte da minha rotina, sempre estão surgindo ideias e projetos para serem lapidados.

 

SMC - Como você vê o mercado literário no Brasil?

M. Estela - Apesar da expansão, com o avanço de novos mercados, o desafio de conciliar o livro impresso e digital, o mercado literário no Brasil ainda é caro e restrito, tanto para a aquisição (leitor), como publicação (autor).   

 

SMC - Quais as melhorias que você citaria para o mercado literário no Brasil?

M. Estela - Democratizar cada vez mais o acesso aos livros, com preços acessíveis, ampliar as oportunidades para que novos escritores possam divulgar a sua obra, valorizando de fato a literatura nacional.

 

SMC - Pois bem, estamos chegando ao fim da entrevista, agradecemos sua participação no projeto Divulga Escritor, muito bom conhecer melhor a Escritora Maria Estela Ximenes, que mensagem você deixa para nossos leitores?

M. Estela - Foi um prazer  expor  sobre o meu livro no projeto Divulga Escritor. Gostaria de desejar aos leitores  contatos estreitos com a literatura, que os diversos gêneros existentes possam tocar no coração de cada leitor e ampliar esse hábito tão enriquecedor que é a leitura. Gostaria de acrescentar que, o simples gesto  de oferecer hoje livros paras as crianças proporciona excelentes resultados para o futuro da Literatura. Boa leitura a todos!

 

Participe do projeto Divulga Escritor

https://www.facebook.com/DivulgaEscritor

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor